Como começar a investir em cloud computing: guia básico

Home Cloud Computing
Como começar a investir em cloud computing: guia básico

Como começar a investir em cloud computing: guia básico

Investir em cloud computing é uma opção que reduz os custos e aumenta a eficiência das organizações. No entanto, existem alguns pontos importantes a serem considerados para garantir uma transição suave.

O post de hoje fornece alguns conselhos e informações fundamentais para ajudá-lo ao longo do processo. Continue nos acompanhando e confira!

Compreenda o que é o cloud computing

Cloud computing é um conceito amplo que abrange desde o armazenamento de backups até a execução de sistemas de escritório inteiros dentro da nuvem.

Quando bem planejada e executada, a estratégia resulta em economias de custo, maior produtividade e flexibilidade para a organização. Mas, feita às pressas, pode acabar se transformando num fardo para a empresa.

Em alguns casos, a nuvem pode até mesmo não ser uma boa ideia. Por exemplo: se você lida com dados extremamente sensíveis ou se os riscos superam os benefícios. Faça essa avaliação antes de prosseguir.

Todavia, na maioria dos cenários, a nuvem pode ajudar. Converse com um especialista capaz de atender às suas expectativas e responder suas principais dúvidas sobre o assunto. Ele saberá lhe dizer se a nuvem é o ideal para o seu negócio.

Não seja pego de surpresa

Para não ter problemas ao investir em cloud computing, é melhor não ser pego de surpresa. Verifique cuidadosamente todas as suas licenças de software e acordos de manutenção com fornecedores de tecnologia.

Se estiver migrando mais do que apenas seus bancos de dados para a nuvem, verifique se existem versões de software que você pretende usar — e se eles são compatíveis com os seus sistemas atuais.

Planejamento é muito importante. Crie uma estratégia para migrar para a nuvem e prepare-se com antecedência.

Pense em proteção de dados

Mudar para um banco de dados on-line representará um risco maior dependendo da sensibilidade dos dados que você optou por migrar. Portanto, considerar as opções de segurança do provedor é de extrema importância.

Talvez você não tenha controle sobre onde ele armazena os seus arquivos, mas precisa certificar-se de que seus dados estão sendo tratados e armazenados de forma justa. Afinal, no caso de uma violação, sua empresa também será legalmente responsável por ela.

Antes de migrar, faça backups e pense na segurança dos seus dados atuais. Desenvolva um plano de recuperação de desastres e proteja os seus ativos.

Avalie os custos de migração

Enquanto o software tradicional é comprado uma vez e atualizado se você optar por isso, os serviços na nuvem são normalmente baseados em uma assinatura mensal, que dispensa o custo de atualização.

Por isso, você terá de aprender a calcular os custos da sua migração de uma forma diferente. Incluindo o custo (e o tempo) necessário para fazer a mudança dos dados que atualmente estão em seus próprios servidores para o provedor de nuvem.

Também pode haver um custo de treinamento para que a sua equipe aprenda a lidar com a novidade. O ideal é não olhar para a nuvem como uma solução de curto prazo. Se você pensar apenas nos custos operacionais projetados para o primeiro ano, corre o risco de optar pelo fornecedor mais barato — e fazer um negócio menos vantajoso.

Preocupe-se com conectividade

Computação em nuvem depende de uma conexão com a internet. Quanto mais rápida, melhor. Use um provedor respeitável, pois ele será a força vital da sua rede futura. Se você perder a conexão com a internet, ninguém poderá fazer nenhum trabalho e, sem a largura de banda ideal, o desempenho pode sofrer.

Considere tanto velocidade de download quanto de upload durante a contratação e, se precisar reduzir custos, busque outros pontos do negócio para fazer isso.

Para garantir que a sua rede dará conta do recado, faça alguns treinamentos antes de migrar completamente para a nuvem. Assim, você tem a certeza de que tudo funcionará bem quando chega a hora “H”.

Investir em cloud computing fará seu negócio obter resultados ainda melhores do que ele já consegue hoje. Ainda tem alguma dúvida quanto a isso? Aproveite os comentários e solucione-a de uma vez!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: