5 ferramentas de gestão que vão ajudar no desempenho da empresa!

Home Gmail
5 ferramentas de gestão que vão ajudar no desempenho da empresa!

5 ferramentas de gestão que vão ajudar no desempenho da empresa!

Uma das formas de aumentar a produtividade do negócio é fazendo a medição constante do desempenho da operação para tomar decisões mais estratégicas e ter mais controle e previsibilidade dos resultados. Para isso, existem algumas ferramentas de gestão que aliadas a metodologias e boas práticas amplamente testadas podem ser divisores de água.

Aqui na Santo Digital nossa missão é ajudar o seu negócio a se tornar mais competitivo, por isso preparamos este post com dicas essenciais para melhorar o desempenho da sua empresa.

Confira, a seguir, 6 ferramentas de gestão que ajudarão a tornar sua empresa mais competitiva!

1- Ciclo PDCA

PDCA é o acrônimo para plan-do-check-act (planejar, fazer, checar e agir), um modelo de quatro etapas repetitivas para a melhoria contínua na gestão de processos de negócios. É implementado para melhorar a qualidade e a eficácia dos processos dentro da gestão de ciclo de vida de produtos, de projetos, de pessoas e da cadeia de suprimentos. Aqui estão as 4 etapas do PDCA:

  • Plan (planejar): definir o problema a ser resolvido, recolher dados relevantes e verificar a causa raiz do problema;
  • Do (fazer): desenvolver e implementar uma solução e decidir sobre uma medida para avaliar a sua eficácia;
  • Check (checar/ conferir): confirmar os resultados antes e após a comparação de dados;
  • Act (agir): documentar os resultados, informar a todos os interessados sobre mudanças no processo e fazer recomendações para o problema a ser resolvido no próximo ciclo PDCA.

2- Check lists

Também chamadas de folhas de verificação, os check lists são uma das ferramentas de gestão mais fáceis de se utilizar. São, basicamente, tabelas e planinhas simples que ajudam a organizar a coleta de dados. Elas garantem a padronização da coleta dos dados, facilitam o processo e o tornam mais enxuto.

3- Plataformas colaborativas

Cada vez mais, as empresas estão voltando as suas operações para a colaboratividade. Assim, adotar uma plataforma com esse perfil ajuda muito. Com um sistema que ajude a distribuir tarefas, em que as equipes trabalhem em conjunto, indicando ideias e ajudando a solucionar problemas, é possível aumentar a produtividade.

Além disso, as ferramentas de gestão dão uma visão panorâmica do andamento das atividades, permitindo que elas sejam acompanhadas real time e full time, para que sejam tomadas decisões em tempo hábil. Geralmente, são sistemas armazenados em nuvem e que podem ser acessados via dispositivos móveis, o que dá mais mobilidade — as paredes do escritório deixam de ser o limite da colaboratividade. Leia também os 6 motivos para sua empresa migrar para nuvem agora!

4- Análise SWOT

Análise SWOT é um conjunto de indicadores que serve para mensurar, praticamente, qualquer coisa. Nesta metodologia, o gestor precisa analisar 4 pontos:

  • Strenghts (forças);
  • Weaknesses (fraquezas);
  • Opportunities (oportunidades);
  • Threats (ameaças).

Digamos que você está verificando a produtividade. Depois de levantar estes pontos com a análise SWOT, é necessário criar um plano de ação, definir objetivos e metas. Em outras palavras, considerar e aproveitar as forças, aperfeiçoar as fraquesas, aproveitar oportunidades e prevenir ameaças.

5- Gerenciamento de processos de negócio (BPM)

Do inglês Business Process Management, BPM é a gestão do conjunto de atividades que a empresa realiza no seu dia a dia, de forma ordenada e sistemática (processos), especialmente nos negócios. Com esta metodologia, faz-se a definição, a modelagem e a melhoria dos processos para diminuir os gargalos e melhorar os resultados.

Em outras palavras, o gerente de processos identificará quais são os processos que realmente importam para melhorar a produtividade da empresa e os aperfeiçoará. Para isso, ele usará uma série de regras de metodologia BPM, também uma das ferramentas de gestão mais famosas nas empresas modernas.

6 – Google Apps for Work

Um misto de e-mail corporativo (Gmail) e solução colaborativa, o Google Apps for Work é composto por um pacote de ferramentas que oferecem mais espaço de armazenamento de dados, compartilhamento de arquivos, agendas, videoconferências e mobilidade (pode ser usado no tablet, no smartphone, no desktop etc.), pois é armazenado na nuvem.

Além disso, o Google Apps for Work pode ser utilizado off-line, pois assim que o usuário se conectar à internet ele sincroniza os dados e armazena na nuvem.

Tudo isso com a segurança que somente um provedor com o poder do Google pode oferecer – é possível, inclusive, padronizar recursos de segurança como filtro automático de spam, filtro de mensagens confidenciais, regras de compartilhamento etc.

É possível utilizar o Google + como uma rede social interna e montar uma agenda (Google Agenda) colaborativa em que todos os profissionais envolvidos se mantém informados de seus compromissos, evitando choque de agendas.

Gestão estratégica de pessoas

Logicamente, as pessoas são fundamentais para a melhoria do desempenho das empresas. Sem lidar com elas de uma forma estratégica, não adianta implantar ferramentas de gestão. É preciso um trabalho das lideranças para motivar mais, delegar melhor, desenvolver talentos, investir em formação contínua e, principalmente, promover o espírito de equipe.

Como está o desempenho da sua empresa? Alguma destas ferramentas de gestão já são utilizadas por vocês? Deixe um comentário!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: