Google Meet: tudo que você precisa saber sobre a ferramenta

Home G Suite
Google Meet: tudo que você precisa saber sobre a ferramenta
Tudo que você precisa saber sobre o Google Meet

Google Meet: tudo que você precisa saber sobre a ferramenta

O Google Meet ajudou muitas empresas durante a pandemia da Covid-19 e não deve parar por aí. Afinal, os novos modelos de trabalho adotados — remoto e híbrido — superaram as objeções e estão agradando tanto a colaboradores quanto a gestores.

Basta dizer que 57% dos funcionários e mais de 84% dos líderes têm uma visão positiva do assunto — ou querem continuar atuando dessa forma, ou consideram manter a oferta dessa opção. Diante disso, fica claro que a tendência é de crescimento do home office e hibrido.

Entretanto, para que a colaboração entre os membros da equipe funcione bem à distância, é fundamental contar com ferramentas que deem suporte aos processos corporativos. E pensando nesse cenário, o Google Meet continua a se destacar por suas funcionalidades, diferenciais e vantagens.

Siga a leitura deste conteúdo e descubra quais são esses fatores, além de outras informações que você precisa saber sobre esse aplicativo. Aproveite!

O que é o Google Meet?

Trata-se de uma ferramenta corporativa cujo desenvolvimento é voltado para permitir que empresas e profissionais realizem contatos à distância no formato de videoconferências ou de chamadas de voz.

Dessa maneira, o Google Meet conecta a equipe, clientes e fornecedores independentemente de onde estão trabalhando — sede, filiais, em viagens ou em home office. Além disso, garante interações tão dinâmicas, colaborativas e resolutivas quanto as presenciais.

A seguir, apresentamos um panorama dessa ferramenta. Acompanhe!

Para que serve?

O Google Meet é mais que uma solução de comunicação. A plataforma acarreta a melhoria da colaboração empresarial, uma vez que pode ser usada em diversas situações, possibilitando contatos de maneira prática e ágil. Suas principais utilidades são:

  • Realização de reuniões on-line por chamadas de vídeo ou somente áudio;
  • Troca de mensagens de texto durante esses eventos.

Como funciona na prática?

O Google Meet pode ser acessado tanto pelo computador quanto por dispositivos móveis, em sistemas Android ou iOS, sem a necessidade de equipamentos adicionais. Existem 3 possíveis formas de utilização:

  • por meio do app do Gmail;
  • no próprio aplicativo do Meet;
  • pelo navegador logado em uma conta do Gmail.

Em qualquer uma dessas, o usuário consegue gerenciar suas reuniões com facilidade e segurança com uso de links, convites ou códigos de acesso. Mais que isso, por meio da sua integração com outras ferramentas do Google Workspace (GWS), os recursos disponíveis se ampliam. Assim, muitas tarefas são automatizadas.

Quais são seus principais recursos?

Enquanto ferramenta de colaboração voltada ao ambiente corporativo, o Google Meet busca resolver dificuldades que o trabalho à distância apresenta. Para facilitar as interações, lança mão de recursos, como:

  • gravar no Google Drive;
  • compartilhar telas ou detalhes;
  • controlar quem está na sala virtual;
  • interagir por meio do chat durante as conferências;
  • utilizar áudio e vídeo em conjunto ou separadamente;
  • iniciar, participar ou agendar uma reunião nos aplicativos que fazem parte do Google Workspace;
  • personalizar as configurações entre diversas opções de layout de tela para garantir a qualidade da transmissão;
  • escolher entre planos gratuitos e pagos conforme as necessidades do empreendimento — é possível contar com até 500 participantes ou 100 mil espectadores on-line ao mesmo tempo, ou ainda ampliar a duração de um evento para 24 horas.

Quais são as vantagens e diferenciais do Google Meet para empresas?

Considerando tudo o que foi apresentado, é possível perceber como o Google Meet pode ser aproveitado com sucesso. Contudo, suas vantagens não param por aí. Veja, a seguir, os diferenciais que tornam essa ferramenta o melhor canal para realizar reuniões on-line em sua empresa!

Foco no mercado corporativo

Como uma ferramenta desenvolvida pensando no ambiente corporativo, o Google Meet oferece respostas para as dificuldades que as empresas enfrentam no cotidiano, adaptando-se às novas realidades do mercado com atualizações constantes.

Desse modo, a plataforma pode atender a negócios de diversos tamanhos e que estejam passando por diferentes momentos, possibilitando que eles escalem seu uso conforme crescem.

Nesse sentido, também é permitido que pessoas de fora da organização ou sem um plano pago do Google Workspace acessem conferências corporativas. Assim, abrange-se a pluralidade de vínculos além do empregatício — freelancers, clientes, fornecedores —, para facilitar o desenvolvimento das tarefas em conjunto ou novas contratações.

Além disso, outro diferencial do aplicativo é sua integração com o Google Workspace. Esse aspecto se torna uma vantagem, por exemplo, ao comparar o Google Meet com o Zoom. Analisando o outro serviço, percebe-se que ele se limita a ser uma plataforma de videoconferências e não se conecta com outros programas para facilitar o trabalho ou automatizar tarefas.

Facilidade de instalação

Apesar da maioria das empresas contar com profissionais de TI, a necessidade de pedir ajuda para instalar um software torna sua utilização excessivamente complicada. Por isso, o Google Meet foi pensado para não apresentar dificuldades nessa etapa. Afinal, seu desenvolvedor preza pela independência do usuário.

Quando se trata de acessá-lo pelo computador, não é necessário baixar nenhum tipo de aplicativo ou plugin. Basta logar no Gmail para começar uma reunião. Nesse contexto, também não é preciso se preocupar com os demais envolvidos, visto que, além de ter um Gmail, não há pré-requisitos para participar de uma chamada.

Ainda é possível pré-agendar uma videoconferência pelo Google Calendar (antigo Google Agenda) adicionando os endereços eletrônicos dos participantes. Valendo-se da integração com o Google Workspace, eles serão avisados por e-mail e uma sala será gerada automaticamente.

Já nos dispositivos móveis, somente o aplicativo do próprio Meet ou do Gmail precisa estar instalado. Em smartphones e tablets cujo sistema operacional é Android, essas aplicações vêm de fábrica. Entretanto, mesmo para iOS, o download é bem simples — a plataforma é oferecida na App Store de forma gratuita.

Usabilidade

Uma grande preocupação dos desenvolvedores de aplicativos e plataformas digitais é com a experiência do usuário. Cada vez mais, a navegação e utilização dos aplicativos devem ser fáceis. Assim, tanto ter uma interface intuitiva quanto contar a simplificação constante de processos são essenciais para atingir tal objetivo.

O Google Meet não fica de fora dessa tendência e sempre busca promover melhorias e encontrar alternativas para tornar o uso da ferramenta mais eficaz. Como consequência, a produtividade da equipe aumenta. Além disso, os colaboradores tendem a adotar tal opção em uma vasta gama de situações, rendendo resultados positivos ao empreendimento.

Performance e desempenho

Performance e desempenho são outros elementos que ajudam ou limitam a experiência dos usuários. Visando contribuir para uma transmissão de qualidade e colaboração dinâmica, o Google Meet disponibiliza:

  • opções de configurações de áudio e vídeo capazes de ajudar a obter o formato mais adequado aos equipamentos ou à rede dos participantes;
  • layouts variados, a fim de adaptar a visualização no recurso de telas compartilhadas ou a um maior número de envolvidos;
  • programa de testagem de hardwares e periféricos, que indica os melhores dispositivos do mercado para o uso do aplicativo.

Acessibilidade e mobilidade

Ainda no que se refere à experiência do usuário, os dois últimos aspectos ligados a ela em que o Google Meet se destaca dizem respeito a acessibilidade e mobilidade. Ambas são alcançadas com o uso de alguns recursos, como:

  • Cloud Native: por ser totalmente baseado em nuvem, ele oportuniza a participação em uma reunião independentemente do dispositivo disponível ou do local onde está;
  • gravação: se alguém não conseguir estar presente na conferência, ela pode ser assistida depois;
  • transmissão via chamada telefônica: apesar de mais limitada que a on-line, essa é uma solução para profissionais que estão sem acesso à internet;
  • legendas ao vivo: a reprodução do que está sendo falado de forma escrita permite o entendimento por parte de maior número de pessoas;
  • captura inteligente de áudio: elimina o som ambiente, deixando apenas a voz do participante.

Segurança

No ambiente corporativo, a proteção de dados e informações é imprescindível. Isso porque é necessário tanto atender à legislação vigente sobre o tema quanto assegurar a vantagem competitiva.

Trata-se de uma preocupação bastante importante, já que além dos motivos anteriores, a empresa fica sujeita a multas se expuser clientes e funcionários e ainda perde investimentos em inovação se seus projetos vazarem.

Em soluções em nuvem, porém, a atenção com segurança é redobrada. O Google Meet também valoriza o tema, portanto, conta com criptografia de ponta a ponta para proteger todo o tráfego e tornar as reuniões mais seguras.

Custo-benefício

Do ponto de vista econômico, a contratação do Google Meet inclusa no Google Workspace é muito vantajosa, uma vez que a ferramenta faz parte do GWS sem custos adicionais. Assim, a empresa não precisa buscar por outro serviço para realizar suas reuniões por videoconferência.

Como mencionado anteriormente, os diferentes planos possibilitam a escolha pelo que melhor se adequa ao tamanho e momento do negócio. Por outro lado, isso não impede sua ampliação conforme o empreendimento crescer.

Além disso, por ser uma solução em nuvem com opção de acesso on-line, o Google Meet não depende de equipamentos específicos para funcionar. Ou seja, não é necessário investir em dispositivos para começar a usá-lo.

Suporte

Nem sempre a tecnologia funciona como deveria. Caso uma atualização de software não seja compatível com hardware ou haja um bug inesperado, o dia de trabalho é perdido em tentativas de resolver o problema. No fim, tais situações prejudicam a produtividade.

Entretanto, quem usa as ferramentas do Google Workspace, incluindo o Google Meet, usufrui de acesso a um suporte 24 horas por dia e sete dias da semana, disponível por telefone, e-mail ou chat ao vivo.

Para facilitar ainda mais a superação de quaisquer barreiras que possam surgir durante a utilização, existem diversos materiais on-line sobre o Google Meet. Neles, é possível encontrar perguntas frequentes, tutoriais passo a passo e guias. Dessa maneira, seus colaboradores não ficarão sem executar suas atividades por problemas de TI.

Como implementar o Google Meet na empresa?

Quanto à adoção dessa tecnologia, reunimos instruções importantes para acabar com as suas dúvidas e objeções de uma vez por todas. Descubra, a seguir, como a implementação do Google Meet é simples e usufrua dessa ferramenta em seu negócio!

Contrate o Google Workspace para ter uma solução completa

A melhor e mais completa maneira de ter acesso ao Google Meet é contratando o Google Workspace para a sua empresa. Desse modo, seu negócio passará a ter um ambiente virtual de trabalho, no qual estão disponíveis diversas ferramentas e funcionalidades capazes de ajudar na transformação digital de processos:

  • marketing e vendas: Google Sites;
  • armazenamento completo e automático: Google Drive;
  • comunicação e colaboração corporativa: Gmail, Google Chat e Google Meet;
  • gestão, controle, delegação e agendamento de tarefas: Google Calendar, Google Tasks e Smart Chips;
  • organização, registro e troca de informações: Google Docs, Google Sheets, Google Slides, Google Forms, Jamboard e Google Keep.

Escolha o plano de serviços ideal e usufrua ao máximo

Muitos fatores pesam para definir qual plano de serviços é ideal ao contratar o Google Workspace, desde o custo até as ferramentas ou funcionalidades que compõem o pacote. Quanto ao Google Meet, o plano determina vantagens importantes para otimizar a colaboração corporativa, como:

  • duração da reunião;
  • número máximo de participantes;
  • recursos disponíveis — transmissão ao vivo e gravação, por exemplo.

Portanto, se o objetivo é usufruir ao máximo dos diferenciais dessa solução, só há um caminho: considerar as opções dentro de cada categoria do GWS para promover seu melhor aproveitamento.

Conte com a SantoDigital como parceira

A transformação digital em uma empresa começa por adotar as ferramentas certas para o empreendimento. No entanto, mais que isso, envolve a migração dos processos corporativos para o formato virtual, a fim de obter melhorias estratégicas.

Para que tudo ocorra com tranquilidade e facilidade, contar com um parceiro especialista nesses processos faz toda a diferença. Com isso, problemas são evitados e é proporcionado o acesso às tecnologias ideais para a corporação.

Nesse contexto, a SantoDigital é uma consultoria que busca otimizar os negócios por meio da tecnologia. Nossos serviços contemplam desde a decisão de em quais soluções investir, passando por implementação e treinamento, até a disponibilização de suporte continuado.

Para tanto, trabalhamos com plataformas em nuvem, como o Google Workspace. Dessa forma, é possível aumentar a colaboração, a eficiência operacional e a produtividade, além de potencializar os resultados corporativos

Nesse sentido, o Google Meet é uma ferramenta bastante atrativa para a sua empresa melhorar a colaboração à distância. Ademais, os diferenciais e vantagens resultantes da integração ao Google Workspace facilitam sua implementação e utilização. Em suma, esses fatores podem tornar as operações diárias mais produtivas.

Para que a adoção dessa tecnologia realmente gere resultados positivos em seu negócio, opte pelo apoio de quem tem experiência. Conheça as soluções da SantoDigital e comece hoje mesmo essa transformação no seu empreendimento!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: