O que é load balance? Entenda a sua importância

Home Machine Learning
O que é load balance? Entenda a sua importância
load balance

O que é load balance? Entenda a sua importância

Load balance é uma das estratégias mais eficazes para diminuir a instabilidade e aumentar a confiabilidade dos sistemas utilizados por empresas de pequeno, médio e grande porte. Ela é considerada essencial para evitar prejuízos e diversos problemas relacionados à Tecnologia da Informação (TI), diante de milhares de requisições que são feitas simultaneamente na Internet.

As demandas por serviços rápidos crescem a cada dia que passa, pois o número de dispositivos conectados se eleva continuamente. Por esse motivo, foi criado o load balance, cuja função é facilitar a distribuição das cargas geradas pelos acessos em diversos servidores. Neste post, vamos explicar qual é a importância dessa tecnologia e como funciona a solução em nuvem.

Quer saber como realizar o load balance na empresa e aproveitar as vantagens dessa tecnologia? Acompanhe a leitura!

O que é load balance?

A tradução desses termos significa balanceamento de cargas. Trata-se de um componente que mantém equilibrados o direcionamento das requisições de uma aplicação e a carga de trabalho.

A estratégia distribui cargas de trabalho entre computadores, servidores, redes e recursos que executam idêntica tarefa. Por exemplo, o suporte às vendas de um e-commerce ou a exibição de uma página.

Load balance otimiza o desempenho, reduz o tempo de resposta e evita sobrecargas, se houver picos repentinos que tiram os sites do ar. Portanto, é um sistema único, que serve como ponto de entrada para cada requisição e que redistribui todas elas para um conjunto de servidores capazes de atendê-las. Ele as envia e mantém a conexão com o cliente.

O sistema serve para o atendimento de vários objetivos, por exemplo, alta disponibilidade, escalabilidade, excelente desempenho etc. É um balanceador que, ao ser configurado, suporta milhões de requisições e distribui as cargas de trabalho com muita eficiência. Ele organiza as filas na entrada das redes, faz o direcionamento das solicitações e impede os ataques virtuais.

Qual a importância e como funciona load balance?

O load balance é muito importante porque é baseado em diversos componentes que aumentam a confiabilidade dos sistemas e a segurança das informações. O balanceador entra em cena sempre que o número de page views se eleva consideravelmente em determinado momento.

Veja, a seguir por quais razões essa tecnologia é relevante para os negócios e como ela funciona!

Balanceador de carga

Como você pode ver, o load balance faz a distribuição do tráfego dos usuários em diversas instâncias de suas aplicações. A sua configuração permite a redistribuição das requisições para vários webservers e reparte os recursos, garantindo a disponibilidade e a convergência dos serviços. O componente é essencial para suportar as flutuações nas demandas de acessos.

Esse dispositivo faz o balanceamento e a sincronização dos dados automaticamente para liberar o servidor principal. Ele descentraliza o tráfego, o redistribui de forma estratégica entre vários servidores e aprimora o desempenho da infraestrutura de TI. Por exemplo, uma empresa que utiliza links de Internet poderá destinar um tipo de link para o acesso ao site.

Cloud load balancing

Cloud load balancing é um serviço distribuído, definido e gerenciado por software na nuvem. Com ele, você poderá realizar a veiculação de conteúdos perto dos usuários e por meio de um sistema que responderá a milhões de requisições a cada segundo. Isso ocorre porque esse sistema não se baseia em uma infraestrutura física para atender às cargas de trabalho.

O Google Cloud fornece os recursos necessários para o balanceamento dessas cargas. Entre eles estão o escalonamento automático e inteligente dos back-ends, o uso de um endereço único de IP que servirá como front-end, o balanceamento externo das cargas para os apps da Internet, equilíbrio de carga baseado em proxy para realizar os repasses e muito mais.

Balanceador de carga global ou regional

O balanceamento de carga global deve ser utilizado quando os back-ends forem distribuídos em diversos lugares do mundo. Os usuários vão acessar os conteúdos e aplicativos, mas a sua empresa pretende oferecer o acesso por meio de um único endereço IP anycast.

Já o balanceamento regional serve para organizações que necessitam de encerramento IPv4, e seus back-ends estejam em uma região.

Balanceador de carga externo ou interno

Balanceamento de carga externo distribui o tráfego oriundo da Internet para a rede privada virtual do Google Cloud. Nesse caso, para o balanceamento de carga global, é necessário usar o nível Premium.

Já o nível Standart é indicado para realizar o balanceamento de carga regional. Os balanceadores de carga internos fazem a distribuição do tráfego para o Google Cloud.

Balanceador baseado em proxy

O Google Cloud oferece, também, os balanceadores de carga externos baseados em proxy, os quais herdaram a proteção DDoS dos Google Front Ends (GFEs). Essa proteção é automática e a empresa poderá fazer a configuração do Google Cloud Armor para load balance de carga HTTP(S) externo. Os balanceadores de carga externos de passagem utilizam a infraestrutura de roteamento do Google.

Balanceador de carga HTTP(S) interno

Esse tipo de balanceamento de carga é interligado à pilha de virtualização de rede Andromeda. Sendo assim, trata-se de um serviço com gerenciamento de código aberto baseado no proxy Envoy. O balanceador fornece o equilíbrio das cargas de trabalho para aplicativos da camada 7, sendo que o usuário define como será roteado o tráfego com mapas de URL.

Balanceador de carga HTTP(S) externo

Esse balanceamento é implementado nos GFEs, os quais funcionam em conjunto, usando a rede global e o plano de controle do Google para as cargas serem distribuídas globalmente. Se a sua empresa utilizar o nível Premium, saiba que os GFEs oferecerão o balanceamento multirregional das cargas de trabalho e direcionarão o tráfego para o back-end íntegro mais próximo.

Balanceador de carga TCP/UDP interno

O balanceamento de carga TCP/UDP interno será realizado na pilha de virtualização de rede Andromeda e permitirá que o usuário realize a redistribuição da carga de tráfego TCP/UDP. Por isso, é necessário configurar um endereço IP para que atue como o front-end nas instâncias internas de back-end. A configuração é simples e o balanceador protege os serviços contra falhas.

Balanceador de carga de rede TCP/UDP externa

Essa modalidade de balanceamento foi desenvolvida com base no Maglev. O balanceador permitirá que o usuário redistribua as cargas de trabalho nos sistemas da empresa com base em informações do protocolo IP de entrada. Esse sistema atende à carga de tráfego regional e não faz conexões de proxy de clientes, por se tratar de um balanceador de carga de passagem.

Balanceador de carga de proxy SSL e TCP

A implementação do balanceamento de carga do proxy SSL é feita nos GFEs, cuja distribuição é global. Caso a sua empresa escolha o nível Premium, poderá implantar back-ends em vários lugares e direcionar de forma automática o tráfego dos usuários para determinada região. O balanceamento de carga de proxy TCP funciona da mesma forma, com redistribuição de carga global.

Compreendeu o que é load balance, o seu funcionamento e a sua importância para o universo corporativo? O uso dessa tecnologia colocará um fim nas indisponibilidades, tornará o sistema mais flexível e promoverá uma melhor experiência aos usuários. Caso você tenha ficado com dúvidas, saiba que a SantoDigital é uma empresa especializada na área e poderá auxiliar na implementação desse componente.

Gostaria de conhecer outras soluções interessantes? Então, aprenda um pouco sobre como usar o BigQuery em machine learning!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: