Entenda como o machine learning no varejo pode aumentar as vendas

Home Machine Learning
Entenda como o machine learning no varejo pode aumentar as vendas

Entenda como o machine learning no varejo pode aumentar as vendas

O setor de vendas está passando por uma revolução com o Machine Learning, tecnologia que permite observar melhor seus consumidores e entender suas preferências. Esse método de análise de dados baseado em algoritmos altamente especializados está se tornando cada vez mais popular e até 2021 deverá movimentar US$3,755 milhões. Mas será que você entende como usar Machine Learning no varejo?

Gartner estima que Machine Learning no varejo será a técnica mais disruptiva nos próximos 10 anos. E pesquisas, como a realizada pela Accenture e publicada no MIT Sloan Management Review, mostram que pelo menos 38% das organizações que adotaram o Machine Learning conseguem apontar melhorias nas suas performances.

A tecnologia pode ajudar a aumentar os lucros no varejo de várias maneiras: prevendo os picos de vendas de uma empresa, analisando melhor as vontades do consumidor e prospectando oportunidades de crescimento que não seriam observadas de outra forma. Confira abaixo o que o Machine Learning no varejo pode fazer!

Preveja picos de vendas com Machine Learning no varejo

Fazer uma previsão adequada do pico de vendas em seu negócio é algo difícil. Se um forecasting dá errado uma empresa pode sofrer as consequências disso e perder lucratividade. Porém, ao empregar o Machine Learning o erro humano é evitado e é possível antecipar exatamente quanto de estoque é preciso ter para dar conta da demanda ao longo do ano.

Algoritmos de Machine Learning também servem para prever e antecipar anomalias, o que dará à sua equipe de vendas a chance de contornar qualquer problema.

Analise melhor o comportamento do consumidor

Que tal ter acesso instantâneo às informações fundamentais para entender o seu cliente? Com Machine Learning isso é possível, desde que você tenha dados suficientes para fazê-lo. Você pode comparar o perfil dos clientes listados em seu CRM com informações sobre os seus prospects e prever quais deles estão mais propensos a se tornarem consumidores.

Encontre oportunidades de crescimento para o seu negócio

Se o Machine Learning ajuda o varejo a entender melhor os consumidores ele também é instrumental em criar oportunidades de negócios. Bem aplicado, o aprendizado de máquina pode orientá-lo a respeito dos produtos que seus clientes gostariam de ver nas prateleiras e também indicar o quão rentáveis eles serão.

Melhore a performance do seu time

Quando a sua equipe de vendas trabalha bem, os resultados do seu negócio são melhores. E o Machine Learning tem potencial para ajudá-lo nisso. Ele analisa o desempenho do seu time e gera o perfil de um vendedor ideal. Esse perfil pode ser comparado com a performance real dos seus funcionários e serve para indicar pontos de melhoria.

Segundo a Harvard Business Review os pesquisadores da Accenture notaram que as primeiras empresas a adotar o Machine Learning tiveram sucesso ao usá-lo em suas equipes. Por isso, elas conseguiram criar valor e aumentar a eficiência dos seus departamentos de vendas.

Retenha consumidores com mais eficiência

O Machine Learning pode ser utilizado pelo varejo para conquistar novos consumidores, como mencionamos no tópico sobre a análise de comportamento. Mas você sabia que ele também é uma estratégia para reter negócios?

Adquirir novos consumidores é apenas uma das facetas do sucesso em empreendimentos. Mantê-los leais é o grande desafio para que uma empresa seja realmente lucrativa.

Olhando para dados de períodos anteriores o Machine Learning identifica os fatores principais que fizeram clientes deixar de comprar um produto da sua empresa e indica quais dos seus consumidores atuais estão propensos a procurar a concorrência. Assim, ele oferece informação instrumental para que a sua equipe de vendas intervenha e evite o churn.

O Machine Learning usa poder computacional para analisar e entender grandes montantes de dados e encontrar neles padrões. Em seguida, seus algoritmos criam cenários e conseguem fazer previsões baseadas nessas informações. Quanto mais o Machine Learning tem acesso a dados, mais ele é capaz de antecipar tendências, identificar as necessidades do consumidor e prospectar oportunidades.

Sua empresa ainda não utiliza o Machine Learning no varejo? Conheça estes 5 exemplos de uso que podem fazê-lo mudar de ideia!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: