5 exemplos de uso do machine learning em empresas

Home Big Data
5 exemplos de uso do machine learning em empresas

5 exemplos de uso do machine learning em empresas

São inúmeras as possibilidades abertas pelo machine learning em empresas. Essa tecnologia tão inovadora e surpreendente está transformando a forma com que o trabalho é realizado e permitindo a automatização de tarefas que antes pareciam precisar do olhar humano para serem realizadas.

Além disso, o machine learning também é capaz de analisar dados e realizar análises preditivas capazes de entregar insights que vão muito além da capacidade análitica de qualquer profissional.

Neste artigo selecionamos 5 exemplos de como o machine learning pode ser aplicado em empresas. Conheça!

1. Cruzamento de dados para detectar problemas de saúde

Já existem utilizações práticas do machine learning na área de saúde. A tecnologia é capaz de identificar e interpretar padrões em exames de pacientes para perceber doenças que ainda não poderiam ser detectadas pelas atuais ferramentas de diagnóstico.

Um exemplo é de a interpretação dos sinais que prenunciam uma septicemia antes mesmo dela se revelar com seus principais sintomas perceptíveis para os médicos.

Na prática, o machine learning se torna uma excelente tecnologia para o diagnóstico precoce, que facilita o tratamento de qualquer tipo de problema de saúde.

2. Economia de energia em empresas

A eletricidade é o segundo maior gasto das empresas, ficando atrás apenas da folha de pagamentos. Nesse cenário, o machine learning é capaz de perceber os padrões de consumo dentro do negócio e, por conta própria, gerenciar os sistemas para que a utilização de energia seja reduzida sem prejudicar a eficiência das operações.

Se conseguir acesso aos dados de como o consumo de energia é realizado dentro da empresa, o machine learning pode ser utilizado para minimizar esses gastos, indicando formas mais conscientes e inteligentes de uso dos recursos elétricos.

3. Navegação inteligente

Uma das formas mais conhecidas de utilização do machine learning é na navegação: hoje, os principais aplicativos de navegação como o Google Maps e o Waze utilizam essa tecnologia para direcionar motoristas ao caminho mais rápido em uma cidade.

O machine learning considera todas as variáveis, incluindo congestionamentos, para traçar os melhores caminhos para cada motorista. Além de utilizar dados de todos os veículos, o machine learning também faz análises preditivas a partir de padrões identificados neles.

4. Recomendação de produtos extras para clientes

Uma das formas de aumentar o ticket médio de uma venda é oferecer recomendações de produtos aos clientes com base naquilo que eles estão comprando. Essa técnica pode ser potencializada com o machine learning, que consegue cruzar dados e fazer análises daquilo que uma pessoa precisará, sem necessariamente ser algo relacionado à compra natural.

Se uma pessoa compra fraldas, indicar a compra de chupetas é algo que qualquer sistema é capaz de fazer. No Walmart, nos Estados Unidos, o machine learning foi usado para descobrir que quem compra fraldas no supermercado também tende a levar cervejas, e sugeriu colocar os dois no mesmo corredor, conseguindo, assim, vender mais.

5. Análise de documentos complexos e técnicos

Na JPMorgan, o machine learning foi utilizado para interpretar acordos de empréstimo comercial, e uma máquina fez em segundos o que exigia 360 mil horas de advogados por um ano.

Sem as mesmas limitações que a mente humana, o machine learning consegue avaliar padrões em documentos complexos, saber o que está correto e evitar qualquer tipo de erro ou imprecisão neles, poupando as pessoas de um trabalho minucioso e burocrático.

E você, como vê a utilização do machine learning em empresas? Deixe um comentário!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: