Transformando Dados em Informações. Por onde começar?

Home Big Data
Transformando Dados em Informações. Por onde começar?
transformando-dados-em-informacoes-por-onde-comecar

Transformando Dados em Informações. Por onde começar?

À medida que as empresas avançam em suas estratégias de digitalização de suas operações, as iniciativas para transformar dados em informações úteis passam a ter ainda mais destaque. Isso porque, com base nessa abordagem, é possível, dentre outras coisas, obter insights relevantes capazes de impulsionar as vendas, melhorar o relacionamento com os clientes e aumentar a produtividade.

Contudo, transformar dados em informações não é algo tão simples. Mesmo tendo um grande volume de dados à disposição, as empresas precisam empregar ferramentas e estratégias adequadas para obter os resultados esperados.

O grande problema é que, por ser algo relativamente novo, muitas empresas não sabem nem mesmo por onde começar. Se esse é seu caso, você encontrará a resposta a seguir. Confira!

Por que transformar dados em informações?

Na última década, o mundo passou por grandes transformações impulsionadas pela adoção massiva da tecnologia em várias atividades cotidianas, sejam elas pessoais ou profissionais.

Isso mudou a forma como as pessoas interagem com as marcas, ditou novos padrões de consumo e mudou significativamente as rotinas de trabalho.

De forma resumida, a adoção da tecnologia por pessoas empresas contribui para a digitalização de uma série de atividades e, como consequência, aumentou consideravelmente o volume de dados. Assim, inaugurou-se a era do Big Data.

“Big data” não é apenas um termo do universo tecnológico, mas sim um desafio que todas as organizações, ou enfrentam atualmente, ou precisarão enfrentar em um futuro próximo.

A variedade e o volume de dados estão crescendo a uma taxa exponencial, tornando difícil para as organizações gerar insights de tais silos cada vez mais complexos.

No entanto, a transformação de dados em informações úteis tornou-se uma necessidade de negócio, uma vez que, quando executada corretamente, essa estratégia pode ser traduzida em vantagens competitivas para empresas de todos os tamanhos e segmentos. Os benefícios incluem:

  • Criação de um cenário propício para tomadas de decisão mais assertivas, uma vez que são baseadas em um amplo conjunto de dados;
  • Geração de insights que possibilitam a melhoria de produtos, serviços e processos;
  • Aumento da eficiência dos processos analíticos e de negócios;
  • Otimização da compatibilidade entre aplicativos e sistemas;
  • Identificação de problemas reais e potenciais; etc.

Por onde começar sua estratégia de transformação de dados em informações?

Como a maioria dos proprietários e gerentes de negócios que já embarcaram na transformação digital, você provavelmente coleta um grande volume de dados diariamente.

No entanto, os dados em si, na forma “bruta”, não são muito úteis. Eles precisam ser agrupados, processados e analisados, para, enfim, serem transformados em informações úteis para seu negócio.

Para que isso seja possível, é preciso seguir algumas etapas, cujas principais são:

1. Defina seus objetivos

A primeira coisa que você precisa fazer para tornar seu Big Data útil é identificar os problemas ou objetivos da sua empresa.

Isso permitirá que você restrinja os dados que serão coletados e configure uma estrutura para correlacionar os diferentes fluxos de informação.

Cada objetivo deve ser tratado como um projeto autônomo, para que seja possível definir as melhores fontes de dados e, assim, obter informações realmente úteis.

2. Defina as fontes de dados

Depois de definir seus objetivos, você terá melhores condições para determinar quais tipos de dados podem ajudá-lo a atingir suas metas.

Por exemplo, se você deseja melhorar algum procedimento interno, provavelmente os dados coletados nas redes sociais não serão tão úteis nessa empreitada.

Logo, você deve analisar cuidadosamente todas suas fontes de dados e, em seguida, determinar quais delas podem contribuir em cada objetivo.

Isso ajuda a economizar tempo, trabalho e recursos no seu processo de transformação de dados em informações úteis para seu negócio.

3. Escolha as ferramentas adequadas

O processo de transformação de dados em informações implica em alterar o formato, a estrutura ou os valores dos dados.

Para que isso seja possível, é necessária a utilização de ferramentas específicas, como data warehouses, capazes de concentrar dados de diferentes fontes, padronizá-los e, em seguida, transformá-los em informações úteis para o seu negócio.

Atualmente, as empresas podem utilizar soluções locais ou baseadas em nuvem. 

As organizações que usam data warehouses locais geralmente usam um processo ETL (extrair, transformar, carregar), no qual a transformação de dados é a etapa intermediária. Porém, hoje, a maioria das organizações utilizam soluções baseadas em nuvem, que podem escalar recursos de computação e armazenamento com latência medida em segundos ou minutos.

A escalabilidade da plataforma de nuvem permite que as organizações ignorem as transformações de pré-carregamento e subam dados brutos para o data warehouse e, em seguida, transformem-nos no momento da consulta – um modelo chamado ELT (extrair, carregar, transformar).

Além dos data warehouses, você pode utilizar outras ferramentas, de acordo com seu objetivo. Você pode, por exemplo, converter os dados de diferentes fontes para que eles possam ser carregados em sua solução de Business Intelligence. 

Você também pode utilizar ferramentas para orquestrar fluxos de trabalho em ambientes híbridos ou multicloud.

Ou ainda, é possível usar as ferramentas para extrair insights, identificar erros, vulnerabilidades de segurança e muito mais. As melhores soluções de data warehouse oferecem diversas possibilidades de transformação de dados em informações relevantes para o seu negócio.

4. Transforme dados em informações

Depois de escolher as ferramentas certas para seus objetivos, finalmente chega o momento de transformar os dados em informações.

Para isso, é preciso preparar os dados para que seu data warehouse possa lê-los adequadamente e, em seguida, fornecer informações relevantes conforme as suas requisições.

Em suma, as ferramentas identificam padrões e tendências ao longo do tempo, mas também podem trazer número de ocorrências de determinado evento, probabilidade de ocorrência de um evento no futuro, etc.

Assim, aplicando sua própria experiência e conhecimento, você pode utilizar essas informações para tomar decisões que beneficiam o seu negócio.

Agora você já sabe como transforma dados em informações úteis que podem impulsionar suas vendas, melhorar o relacionamento com os clientes, otimizar os processos, reduzir custos e muito mais.

Se você deseja conhecer as suas possibilidades e implementar as ferramentas certas para alcançar seus objetivos, entre em contato com a SantoDigital. Estamos à disposição para ajudá-lo a transformar seus dados em informações relevantes para o seu negócio.

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: