Telemedicina e videoconferência: uma aliança poderosa em meio à pandemia

Home Google Meet
Telemedicina e videoconferência: uma aliança poderosa em meio à pandemia

Telemedicina e videoconferência: uma aliança poderosa em meio à pandemia

A pandemia causada pela novo coronavírus está mudando o paradigma de como as pessoas tem acesso aos cuidados médicos e dá início a uma nova era da telemedicina. Quase da noite para o dia, os pacientes passaram a substituir a ida até consultórios e clínicas por um atendimento médico à distância. Nesse cenário, o recurso de videoconferência tem se mostrado essencial.

Apesar do expoente crescimento a partir dos primeiros meses de 2020, a telemedicina não é propriamente uma novidade. O Conselho Federal da Medicina, por meio da  Resolução CFM nº 1.643/02, já reconhecia a validade dessa prática em 2002.

Contudo, foi a Portaria Nº 467 do Ministério da Saúde, publicada em 2020, que permitiu a realização irrestrita de consultas à distância pelo período que durar a pandemia do novo coronavírus. Com isso, os médicos estão buscando ferramentas adequadas para que possam fazer consultas, diagnósticos e prescrições da maneira mais assertiva.

É exatamente neste ponto que a videoconferência tem se tornado uma ferramenta imprescindível. Continue a leitura para saber o porquê!

Como a videoconferência pode contribuir para a telemedicina?

Sem dúvidas, o contato visual é um recurso muito poderoso nas relações humanas. Ele ajuda a construir relacionamentos mais fortes e rápidos, permite uma comunicação e colaboração mais eficazes e, em grande parte dos casos, permite uma melhor compreensão do que está sendo dito.

Na medicina, esse é um recurso ainda mais essencial. Por isso, a telemedicina torna-se muito mais eficaz quando feita por meio de videoconferência.

Confira algumas das razões pelas quais o uso da videoconferência é fundamental para a telemedicina:

Para pacientes que possuem problemas auditivos, por exemplo, ter uma visão do médico no momento da consulta é essencial para que a telemedicina seja uma alternativa válida. Por isso, a videoconferência se faz necessária para que essa modalidade de atendimento seja, também, inclusiva.

Além disso, não é raro que alguns pacientes necessitem de acompanhamento de médicos de diferentes especialidades. Ou mesmo que durante uma consulta seja necessário recorrer aos conhecimentos de um colega de outra área para chegar a um diagnóstico mais preciso. Nesses casos, a videoconferência ajuda a economizar tempo e recursos. Isso, porque, você pode contar com a participação de diversos especialistas, simultaneamente, dando maior agilidade ao diagnóstico. Além de ser prático, contribui para decisões assertivas e também para a satisfação dos clientes, que não precisarão realizar vários agendamentos.

Qual a solução ideal de videoconferência para médicos?

Cada vez mais a tecnologia se faz presente na vida dos médicos, provendo soluções que facilitam o dia a dia, otimizam o tempo, melhoram os diagnósticos e ajudam a reduzir custos.

O Google é uma das empresas que mais tem atuado no setor da saúde, provendo soluções capazes de impulsionar a telemedicina e fornecendo a médicos e pacientes as ferramentas mais eficazes para a realização de atendimentos à distância.

Uma das ferramentas é o Google Meet, uma solução de videoconferência segura e funcional que conta com todos os recursos necessários para essa prática.

Por exemplo, você pode salvar as consultas dos seus pacientes no Google Drive. Assim, na data do retorno de um paciente, você pode relembrar rapidamente os sintomas que ele apresentava e avaliar com precisão a evolução do quadro clínico e, assim, tomar as melhores decisões.

Outra funcionalidade para o médico é acessar o histórico do paciente e, além disso, incluir o vídeo e os resultados dos exames no prontuário. Entre outra vantagens do atendimento via videoconferência, podemos citar: o acesso visual ao paciente contribuiu para o médico chegar a um diagnóstico mais preciso; uma vez que pesquisas indicam que cerca de 50% da comunicação é baseada em linguagem corporal. Logo, a videoconferência torna-se fundamental para que os médicos consigam ver como os pacientes se comportam ao relatar dores, sintomas, etc.

A facilidade é outro atrativo dessa solução. Para participar de uma videoconferência do Google Meet seus pacientes não precisam instalar nenhum aplicativo ou plugin. O acesso pode ser realizado de qualquer dispositivo móvel.

Além disso, com o objetivo de contribuir com o combate ao coronavírus, o Google está disponibilizando a versão premium do Meet gratuitamente até 30 de setembro.

Quer saber como obter essa solução? Entre em contato com a SantoDigital e descubra todas as vantagens que podemos oferecer para que você tenha acesso aos melhores recursos de videoconferência.

Aproveite e saiba mais sobre os diferenciais de segurança e privacidade no Google Meet!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: