Managed services: o que é e quais aplicações?

Home Cloud Computing
Managed services: o que é e quais aplicações?

Managed services: o que é e quais aplicações?

Muitas empresas organizam suas atividades em torno de um princípio simples: tudo o que pode ser feito melhor e/ou mais barato por uma empresa externa é terceirizado. Curiosamente, essa lógica geralmente não se aplicava quando se trata de gerenciamento de serviços de TI. No entanto, isso está mudando com a ampla adoção da computação em nuvem, uma vez que os chamados managed services estão disponíveis independentemente do tamanho da estrutura.

Além de reduzir os custos nas empresas, os managed services providers também permitem que as corporações implementem novas soluções para garantir melhor desempenho do sistema, além de maior escalabilidade, flexibilidade e confiabilidade. No entanto, para poder se beneficiar dessas inúmeras vantagens, a escolha do parceiro certo é mais do que essencial.

Continue a leitura para entender melhor!

O que são managed services providers (MSP)?

Um managed services provider pode lidar com inúmeras tarefas operacionais críticas para o sucesso de uma empresa. As áreas de negócios que geralmente são terceirizadas incluem tecnologia da informação, folha de pagamento, recursos humanos, gerenciamento e conformidade de contratos, etc.

No campo da tecnologia da informação, um MSP é uma empresa de serviços de TI que gerencia remotamente os sistemas de seus clientes, de forma proativa por um custo fixo.

De fato, o MSP é o braço direito do departamento de TI local. É por isso que as empresas que procuram um parceiro de qualidade precisam estar cientes da importância de um bom relacionamento entre suas próprias equipes e seus fornecedores.

Vale ressaltar que, ao contratar um managed services provider, você não renuncia ao controle e à responsabilidade gerencial pelas operações terceirizadas. Além disso, você escolhe exatamente quais serviços deseja gerenciar externamente e quais continuará trabalhando internamente. Geralmente, o MSP cuida do trabalho, muitas vezes, demorado, complexo e repetitivo.

Quais as vantagens de contratar um MSP?

Primeiro, um MSP pode gerar economia de custos. A maioria dos provedores cobram uma mensalidade fixa, que fornece aos proprietários de empresas um custo previsível, facilitando o planejamento do fluxo de caixa.

A terceirização de serviços gerenciados também permite que os empresários reduzam o custo do pessoal dedicado que trabalha internamente, bem como de softwares, equipamentos e outros recursos necessários para lidar com o monitoramento e gerenciamento de processos.

Em segundo lugar, um managed services provider de qualidade possui equipes capacitadas e com experiência e conhecimento dos serviços prestados, o que permitirá maior precisão e assertividade na hora de resolver incidentes.

Além disso, os melhores MSPs estão cientes e em compliance com os regulamentos governamentais, como a LGPD, e ajudam seus clientes a adotarem as melhores práticas de segurança.

Terceiro, o MSP possui as melhores ferramentas, tecnologia e recursos necessários para melhorar a eficiência, simplificando processos e procedimentos. Isso também permitirá maior visibilidade e mais insights, o que, por sua vez, levará a melhores tomada de decisões com base em informações e análises em tempo real.

Como escolher o MSP certo?

Confira a seguir algumas maneiras de escolher a melhor empresa para atender às suas necessidades:

  • Comunicação regular: De acordo com o padrão ITIL, o provedor de Serviços Gerenciados deve ser capaz de apresentar a seu cliente um sistema estruturado de indicadores e rastreamento. Uma metodologia de monitoramento consistente é uma das chaves para um serviço de TI de qualidade. Graças a isso, o cliente pode verificar a qualquer momento o bom andamento das atividades configuradas e, ao mesmo tempo, garantir que os managed services tragam à empresa os resultados esperados.
  • Flexibilidade: um bom fornecedor organiza seus serviços e fixa seus preços de maneira flexível. Por exemplo, quando uma empresa enfrenta flutuações significativas em suas atividades comerciais, que podem ser sazonais, seu provedor de managed services deve ser capaz de se adaptar a essas mudanças e transformar seus negócios para garantir negócios contínuos;
  • Conformidade com os padrões ITIL: reconhecida no setor, esta certificação é uma das características que um bom provedor de serviços de TI deve ter. O padrão ITIL demonstra que o provedor oferece a seus clientes o mais alto nível de serviço possível. De maneira mais geral, o padrão ITIL lista as melhores práticas para identificar, planejar, fornecer e dar suporte a serviços de TI.
  • Disponibilidade: é essencial que o fornecedor coloque à disposição da empresa uma equipe completa de consultores, disponíveis a qualquer momento e facilmente acessíveis.

Todas essas características você pode encontrar na SantoDigital, um MSP especializado em implementação de soluções e nuvem, monitoramento e gerenciamento de serviços de TI.

Agora você já sabe um pouco mais sobre managed services. Aproveite e conheça também o que são BOTS e qual a sua importância para as empresas.

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: