Inteligência Artificial: a evolução tecnológica pode ser uma ameaça?

Home Inteligência Artificial
Inteligência Artificial: a evolução tecnológica pode ser uma ameaça?

Inteligência Artificial: a evolução tecnológica pode ser uma ameaça?

Programas de computador que aprendem por conta própria, assistentes pessoais de smartphone que entendem a linguagem falada, carros que não precisam de motorista: esses são alguns exemplos de aplicações da inteligência artificial que já começaram a se popularizar e farão parte das nossas rotinas em um futuro próximo.

Mas será que esse tipo de evolução tecnológica é uma ameaça para a humanidade? Será que a inteligência artificial (AI, do inglês Artificial Intelligence) vai proporcionar uma mudança tão drástica a ponto de automatizar as ocupações e de colocar em risco o emprego da maior parte das pessoas?

Continue a leitura deste post e entenda se isso realmente pode gerar prejuízos para o mercado de trabalho.

Por que o avanço da AI parece uma ameaça?

A visão de que as máquinas vão tirar os empregos de grande parte das pessoas se deve muito aos filmes que retratam um futuro em que os humanos são uma espécie dominada por computadores inteligentes ou robôs assassinos.

A verdade é que o cenário daqui a algumas décadas provavelmente será muito mais tranquilo. Segundo um estudo do McKinsey Global Institute, apenas 5% das ocupações tendem a ser 100% automatizadas no futuro.

Qual é a vantagem da inteligência artificial?

Apesar das máquinas não serem melhores do que nós em termos de transmitir e interpretar emoções e realizar decisões criativas, elas são muito mais eficientes em tarefas repetitivas, que tenham regras e passos bem definidos. Em casos assim, o fato de ficarmos cansados, entediados ou simplesmente termos uma falta de atenção pode prejudicar as nossas vidas e as de outras pessoas.

Para citar um exemplo, pense em quantos acidentes de carro ocorrem por mera distração. Será que poderemos evitá-los utilizando veículos autônomos? Essa é uma solução ainda em desenvolvimento, apesar de já existirem diversas aplicações de inteligência artificial em funcionamento. Veja algumas delas a seguir!

Onde a inteligência artificial já vem sendo utilizada?

Existem ferramentas de inteligência artificial que já são realidade, como:

Chatbots

softwares que funcionam principalmente em interfaces de chat on-line e podem compreender os usuários e conversar com eles de forma automática.

Assistentes pessoais

Sistemas que analisam a agenda do usuário e encontram os melhores horários para os compromissos, aprendem que tipos de afazeres têm maior prioridade e, é claro, permitem definir lembretes e incluir notas.

Sistemas de gestão

Alguns programas ERP (Enterprise Resource Planning) já contam com funcionalidades que avaliam os dados de uma empresa, encontram padrões que indicam oportunidades de melhorias no negócio e ajustes para otimizar processos internos.

Além disso, companhias como o Google já investem há anos em tecnologias do gênero. Para se ter uma ideia, o assistente pessoal Google Assistant usa a AI para aprimorar o reconhecimento da fala. Sem contar que o mecanismo de busca mais utilizado no mundo usa inteligência artificial para entender melhor a intenção das pessoas durante as pesquisas, assim como muitas outras iniciativas da empresa.

A tendência é que as soluções de inteligência artificial ajudem a simplificar as nossas formas de interação com as máquinas, identificar problemas de difícil diagnóstico (distúrbios de saúde mental, desperdícios em empresas, necessidades de uma população etc.) e processar quantidades massivas de dados em busca de conhecimento útil tanto para os negócios quanto para a sociedade.

Percebeu como o progresso da inteligência artificial não é uma ameaça, mas uma evolução, que, de maneira geral, só tende a melhorar as nossas vidas? Então continue a se informar sobre o assunto! Confira o nosso artigo sobre como a inteligência artificial pode aumentar a competitividade das empresas!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: