Google e Blockchain: início de uma parceria para o Google Cloud Platform

Home Google Cloud Platform
Google e Blockchain: início de uma parceria para o Google Cloud Platform

Google e Blockchain: início de uma parceria para o Google Cloud Platform

Em 2018, o Google anunciou parcerias para dar início à união entre o blockchain e a Google Cloud Platform. A partir de conexões com a Digital Asset e a BlockApps, a gigante de tecnologia entra para o grupo em expansão de empresas que oferecem essa possibilidade.

A descentralização com a adoção da cadeia de dados é uma tendência crescente. As moedas digitais são as maiores usuárias do recurso, mas ele também é adequado para desenvolvedores. Então, a parceria promete ser proveitosa. Conheça, a seguir, os principais benefícios dessa união!

Inovação no uso de frameworks

Os frameworks que usam tecnologia de registro distribuído (Distributed Ledger Technology – DLT) são uma nova possibilidade para construir aplicativos e chegar a soluções. Com essa opção para obter a autenticação e a proteção de dados, a utilização desses frameworks é favorecida.

Isso traz a chance de usar soluções construtivas inovadoras, de modo a atender a necessidades específicas e inovadoras. Com mais opções, os desenvolvedores conquistam resultados melhores.

Possibilidade de smart contracts

Uma das maiores vantagens é que, com o uso de blockchain, os responsáveis pela construção podem aproveitar os smart contracts. De forma simples, eles têm acesso a linguagens de programação diferenciadas e, então, a chance de desenvolver soluções específicas.

Com a ligação ao blockchain, podem permitir que o próprio Google faça o licenciamento. Isso torna a etapa menos burocrática e mais eficiente, sem que a segurança seja comprometida.

Ampliação do potencial de inovação

Como novos recursos estão disponíveis, inclusive em relação à segurança, os desenvolvedores podem ampliar e explorar todo o potencial inovativo. Ou seja, é viável adotar possibilidades inéditas em busca de um desempenho otimizado.

Além de pensar na construção dos códigos, é possível dar atenção a aspectos como testes e implementações. Em um cenário de transformação digital, que conta cada vez mais com computação em nuvem e automação, essa é uma alternativa determinante para acompanhar todas as mudanças.

Agilidade nas transações

Para garantir a segurança na nuvem, é preciso usar processos diferentes de autenticação e criptografia. No entanto, certas tecnologias podem tornar as etapas menos eficientes.

Com a parceria com o blockchain, a promessa é que a Google Cloud Platform ofereça fases cada vez mais rápidas. E a redução no número de intermediários faz os estágios atingirem a eficiência de segurança com menos exigências.

Garantia de transparência e integridade para o sistema

Além de tudo, a parceria é uma forma de garantir o máximo de integridade ao processo. Todas as transações acontecem conforme as solicitações e os parâmetros especificados em códigos e protocolos. Novamente, é um jeito de eliminar a necessidade de intermediários.

Com uma abordagem durável e sem ponto central de falha, o ecossistema fica mais transparente e estável. Isso ajuda a fazer um acompanhamento dos logs, além de favorecer a construção de soluções coletivas com o auxílio da nuvem.

A parceria entre Google e blockchain promete trazer ótimos frutos — principalmente, para a Google Cloud Platform. Assim, os desenvolvedores terão a oportunidade de recorrer a novas possibilidades em busca de resultados melhores.

Ficou animado com a novidade? Como essa é uma medida que afeta a proteção, venha saber como manter a segurança na computação em nuvem.

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: