6 dicas de segurança para evitar que os dados da empresa vazem na internet

Home Gmail
6 dicas de segurança para evitar que os dados da empresa vazem na internet

6 dicas de segurança para evitar que os dados da empresa vazem na internet

Em um universo onde há uma proliferação cada vez maior de hackers e de usuários mal-intencionados na rede, é preciso assegurar de todas as formas a segurança dos dados da empresa. O custo de uma informação vazada pode ser caríssimo para a organização e trazer danos irreversíveis para todo o negócio.

Precisa de ajuda para evitar este tipo de vazamento? Confira 6 dicas de segurança para evitar este problema!

1. Escolher senhas fortes

Um dos principais erros dos administradores é escolher senhas fracas, de fácil memorização, para as contas da empresa. O problema é que senhas fracas tendem a ser descobertas rapidamente por hackers, que poderão ter fácil acesso a todas as informações armazenadas.

Assim, escolha senhas fortes, sem obviedade, que não envolvam menções diretas ao nome da empresa ou relacionem-se a datas ou qualquer informação clara. Mescle números, letras (entre maiúsculas e minúsculas), caracteres especiais e tenha o hábito de mudar as senhas periodicamente, para atestar a segurança das informações.

2. Selecionar os acessos

Nem todos os funcionários devem ter acesso a todas as informações. Isso torna a organização vulnerável.

Por exemplo, se ocorre uma invasão às informações do setor de marketing, apenas estas informações estariam disponíveis. Caso este departamento tenha acesso a todos os dados do setor financeiro, seriam mais informações vazadas.

Também leve em consideração que é possível ter funcionários agindo de má fé na empresa, o que pode causar sérios danos à organização. Por isso, tenha critérios claros de ordem de confidencialidade entre os funcionários e compartilhe dados apenas com aqueles que realmente necessitam deles para as suas funções diárias.

3. Usar navegação segura

Habilite todos os navegadores da empresa para utilizarem apenas navegação segura. Isso ocorre quando aparece HTTPS antes da URL do site.

O navegador barrará qualquer tipo de conexão em que não haja uma certificação de segurança e que possa disseminar vírus durante a navegação. Ative essa função em todos os computadores da empresa.

4. Deixar os funcionários logados no Gmail

Este é um desdobramento da dica anterior — quando o funcionário está logado em uma conta do Google, ele automaticamente ativa a navegação segura. Isso faz com que, por má fé ou por pura imprudência, se o usuário desativar essa função do navegador, o Google a restaura. Por isso, torne um pré-requisito para a navegação na internet estar conectada em uma conta Google.

5. Utilizar antivírus atualizado

O antivírus é uma das principais portas de barragem de vírus e trojans (cavalos de troia) que podem ser responsáveis por invasões e roubo de dados e senhas no computador. O software avisa a cada tentativa de invasão e pode apontar para o setor de TI quais máquinas estão apresentando maior fragilidade. Dessa forma, você poderá avaliar quais usuários estão fazendo uma navegação imprudente e instruí-los a mudar seus hábitos na rede, a fim de que não cause problemas para a organização.

6. Criptografia nos periféricos

Uma parte dos vazamentos pode ocorrer de forma acidental. Um dos principais casos é pela perda de periféricos, como pen drives, smartphones, laptops e HDs externos.

Isso é comum de acontecer, principalmente devido a furtos e a roubos. Porém, isto não significa que os dados da empresa estarão disponíveis para a pessoa que encontrar o equipamento. Uma das formas mais seguras de evitar este problema é o uso de criptografia nestes dispositivos, de forma a impedir que pessoas desavisadas tenham contato com o conteúdo presente nestes equipamentos. Isto vale inclusive para os smartphones e notebooks próprios que o funcionário utilize para trabalhar. Por isto estimule que seus funcionários que levem equipamento próprio tenha este cuidado de segurança.

E também estimule o backup na nuvem, para que, caso ocorra a perda do equipamento, os documentos estejam disponíveis em outro local, sem gerar prejuízos ao trabalho já realizado.

Ficou alguma dúvida sobre o tema? Deixe-a nos comentários!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: