Você conhece os sete pilares da segurança da informação?

Home Google Cloud Platform
Você conhece os sete pilares da segurança da informação?

Você conhece os sete pilares da segurança da informação?

A importância da proteção de dados não é novidade para quem trabalha com TI, mas você conhece os setes pilares da segurança da informação? Estes são conceitos que auxiliam o profissional na hora de definir a melhor estratégia de defesa e operação de arquivos e documentos.

Conhecê-los pode garantir a melhor decisão para o projeto de uma empresa e aumentar sua expertise profissional, por exemplo. Confira abaixo quais são os pilares mais importantes da segurança da informação! 

1. Acesso

Quanto mais confidencial for um arquivo, mais restrito será sua permissão de acesso. A segurança da informação deve garantir que apenas pessoas autorizadas pela alta gerência possam visualizar esses documentos, e elas devem ser devidamente treinadas e orientadas para lidar com informações em segredo.

Os administradores devem controlar os usuários e os processos de identificação para evitar fraudes e invasões.

2. Dispositivos

Os pontos de acesso também devem obter recursos de proteção para evitar danos às memórias físicas. Suas ferramentas de segurança não podem prejudicar a produtividade do usuário ou das máquinas.

3. Segurança de rede

A transmissão de informações deve ser criptografada para dificultar o acesso em caso de ataques. Esse pilar exige monitoramento e serviços de firewall competentes, que não sobrecarreguem a rede ou prejudiquem a produtividade.

4. Gerenciamento de dados

Não existe uma receita para a segurança de informações: cabe ao profissional de TI compreender as necessidades da empresa, o nível de informação que ela trabalha e sua estrutura e necessidades de expansão, prevendo os benefícios que um bom sistema traz para os negócios de qualquer empresa.

5. Práticas seguras

As operações realizadas no sistema também devem ser feitas com segurança. As ferramentas de proteção garantem o acesso seguro, mas os usuários devem manter o controle de senhas, sigilo, organização, integridade e demais aspectos que garantem a eficiência do trabalho.

6. Uso da nuvem

As operações em nuvem têm permitido uma expansão nas possibilidades de segurança e manejo das informações.

A capacidade de criptografia e configuração pelo provedor diminuem os riscos de ataque, pois torna-se cada vez mais difícil encontrar os fragmentos de arquivos (além da possibilidade de aumentar recursos conforme a necessidade da empresa).

7. Disponibilidade e integridade

Este é, talvez, o pilar mais importante, pois é aqui que a empresa sente o TI funcionando corretamente.

Todas as informações estão sempre disponíveis para as pessoas certas, a administração tem controle sobre a política de acesso e os documentos estão em na íntegra, sem danos ou alterações indevidas.

Mas como aplicar os pilares da segurança da informação?

Ao fazer um projeto de segurança em TI, comece pelo principio de que todas as pessoas envolvidas precisam saber como funciona o fluxo de informações com o qual trabalham — e que as melhores práticas começam com os usuários.

Não deixe de passar informações úteis, que podem otimizar a proteção de dados e arquivos confidenciais. Como já te contamos, não existe uma fórmula definitiva para proteção de arquivos, mas, com um pouco de observação e análise, o profissional será capaz de introduzir as ações necessárias para um sistema eficaz e, ainda, aumentar a produtividade da equipe!

Os pilares da segurança da informação podem ser muito úteis na sua empresa, não é mesmo? Por isso, assine a nossa newsletter e não perca nenhum artigo para auxiliar seus projetos!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: