Como a adequação à LGPD pode proteger os dados da sua empresa?

Home Segurança
Como a adequação à LGPD pode proteger os dados da sua empresa?

Como a adequação à LGPD pode proteger os dados da sua empresa?

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entra em vigor a partir de agosto de 2020. Sua adoção implica em profundas mudanças na forma como as empresas captam, processam e armazenam dados pessoais dos consumidores. Ela também é um convite para a adoção de boas práticas de segurança no ambiente empresarial. Como consequência, o que se vê é uma maior segurança tanto para as pessoas físicas quanto para as organizações.

Continue a leitura para saber como a adequação à LGPD pode proteger os dados da sua empresa!

Por que é importante investir na proteção de dados?

Atualmente, a análise de dados está no centro das principais estratégias de negócios. Isso, por si só, já é uma forte razão para protegê-los, pois, caso contrário, sua empresa pode perder vantagem competitiva.

Além disso, o vazamento de dados pode ser extremamente prejudicial para a imagem das organizações, levando à perda de credibilidade junto aos clientes e clientes em potencial. E não é só isso: dependendo das proporções, a empresa pode vir a sofrer altas perdas financeiras.

Um relatório global divulgado recentemente revelou que o custo médio de uma invasão de dados aumentou 12% nos últimos cinco anos, alcançando a cifra de US$ 3,92 milhões. No Brasil, o valor é de R$ 5,4 milhões, quantia suficiente para levar uma empresa a decretar falência.

A LGPD adiciona ainda mais um componente para reforçar a necessidade de proteger os dados pessoais dos consumidores: multas que podem variar entre R$ 50 milhões e 2% do faturamento total da empresa.

Ou seja, investir na proteção de dados, além de ser um fator positivo para a empresa, a livra de sofrer perdas financeiras que podem comprometer a sua continuidade.

O que muda com a LGPD?

A nova lei traz uma série de pontos que devem ser observados pelas empresas para garantir a segurança de dados pessoais. Isso inclui um mapeamento detalhado das informações tratadas em todo seu ciclo de vida.

Dessa forma, é possível saber onde e como estão armazenados os dados, quem tem acesso a eles, se os estão compartilhados com terceiros no Brasil ou exterior, quais riscos associados, etc.

A partir do momento que a empresa volta o olhar para essas questões, é possível identificar pontos de riscos e soluções eficazes para garantir a segurança da informação.

Ou seja, ao adequar-se a LGPD, as empresas tendem a tornar seus processos muito mais seguros, visto que são incentivadas a pensar na probabilidade de um evento específico ocorrer e nos impactos que ele pode causar.

Como adequar sua empresa à LGPD?

A adequação à todas as normas estabelecidas pela LGPD pode ser uma tarefa bem complicada. No entanto, a nuvem pode ser uma grande aliada nesse processo, tornando esse processo muito mais fácil.

Isso porque os melhores provedores do mercado, como a Santo Digital, já se adequaram às novas regras. Assim, ao migrar sua carga de trabalho para a nuvem, automaticamente sua empresa passa a cumprir com grande parte dos pontos estabelecidos pela lei.

Vale lembrar que, mesmo com a adoção da nuvem, sua empresa ainda precisa rever seus processos. Isso inclui adequar-se às regras de captação de dados, mapear as informações que já estão em poder da empresa, revisar de políticas de acesso, determinar as finalidades e os métodos de processamento de dados pessoais, entre outros.

Utilizando uma solução com o Google Cloud Platform você passa a ter as seguintes vantagens em relação à adequação à LGPD:

  • Comprometimento de cumprimento dos pontos da LGPD em relação ao processamento e armazenamento dos dados pessoais em todos os serviços.
  • Mais recursos de segurança que podem ajudar você a melhorar a proteção dos dados pessoais confidenciais.
  • Documentação e os recursos para ajudá-lo em sua avaliação de privacidade.
  • Compromisso de desenvolvimento contínuo e adequação às leis vigentes, sempre que houver alterações.

Além disso, a nuvem oferece um ambiente muito seguro contra ciberataques, o que ajuda a proteger sua empresa contra vazamento de dados.

Como você pode ver, a LGPD faz com que as empresas tratem a questão de segurança de dados como ponto central em suas estratégias de negócio. Isso estimula as equipes de TI a realizar uma análise crítica de seus processos, uma avaliação completa de risco e também a buscar soluções que sejam capazes de agregar mais segurança e facilitar a adequação à lei.

Se você gostou deste conteúdo, não deixe de conhecer 3 motivos para migrar para o Google Cloud Platform agora mesmo.

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: