Google Drive: segurança para seus documentos corporativos

Home Google Drive
Google Drive: segurança para seus documentos corporativos

Google Drive: segurança para seus documentos corporativos

Muito útil para a comunicação interna e também para a produtividade, o Google Drive é uma ferramenta cada vez mais presente nas empresas. Mas quando se fala em computação na nuvem e serviços web, o medo que surge é sobre a segurança dos documentos armazenados. Medo de invasão, roubos e indisponibilidade de documentos são apenas alguns dos mais comuns sobre o tema.

Porém, você sabia que o Google Drive é uma opção igualmente segura e eficiente? Entenda o motivo para dizer que ele oferece alta segurança para seus documentos corporativos!

Porque possui encriptação SSL

Quando uma solução web não possui encriptação, o problema de segurança que surge é que, com uma fraude ou roubo de documento, qualquer pessoa poderá ter acesso ao conteúdo completo. Por sua vez, o Google Drive conta com um sistema de encriptação de SSL em que, mesmo que haja o roubo de documento, a sua leitura não será possível, especialmente para o usuário comum. Com isso, não é preciso existir a preocupação sobre o vazamento de segredos industriais pelo seu uso, por exemplo.

Está em servidores seguros

Armazenar documentos corporativos em servidores instáveis traz dois problemas diferentes: o primeiro é que a disponibilidade desses documentos fica comprometida e o segundo é que a segurança possui um nível bem mais baixo. Sem a estabilidade e a segurança do servidor, o resultado é que há mais vulnerabilidade.

Mesmo em um sistema interno, inclusive, é preciso se preocupar muito com quão seguro é o servidor e o quanto ele é capaz de evitar invasões. Entretanto, esse problema não existe no Google Drive, já que ele está alocado em servidores 100% seguros. Contando com toda a estrutura do Google, um dos gigantes da internet, os servidores são muito mais robustos e protegidos do que os internos da sua empresa.

Conta com camadas de autenticações

Por mais complicada que a autenticação seja, se um serviço possui apenas uma camada de autenticação, existe uma brecha de segurança. Com algum esforço e estudo dessa camada, invasores podem rompê-la e acessar informações confidenciais.

Justamente para evitar isso e garantir a segurança é que o Google Drive não conta com uma ou duas camadas de autenticação, mas sim com várias camadas. Quanto mais “fundo” essa autenticação está, maior é a sua complexidade e, portanto, menores os riscos de que os documentos fiquem expostos.

Permite controle de acesso

Imagine armazenar os documentos, física ou digitalmente, em um local onde qualquer pessoa pode ter acesso, sem nenhum controle ou fiscalização sobre quem está acessando e o que está fazendo. Caso uma pessoa má intencionada acesse os documentos, ela poderá modificá-los, excluí-los ou tomar conhecimento de informações proibidas.

Quando você armazena seus documentos corporativos no Google Drive, por outro lado, você tem um controle de acesso. Isso significa que não apenas você pode definir quem está autorizado a visualizá-los ou editá-los, como também consegue acompanhar as movimentações.

Assim, há a certeza sobre a confiabilidade das informações e evita-se que pessoas de níveis hierárquicos não-autorizados acessem certos documentos. O Google Drive oferece segurança para seus documentos corporativos porque fornece um sistema de encriptação, está em servidores seguros e também conta com diferentes camadas de autenticação.

Restringir acesso

Além disso, você também pode restringir o controle de acesso aos documentos para impedir que informações importantes caiam em mãos erradas. Se a proteção aos documentos é muito importante para a sua empresa, você também não pode deixar de conferir o artigo Trabalha com dados sigilosos? Adote o Google Apps para conhecer as vantagens dessa opção.

Você tem outras dúvidas acerca da segurança do Google Drive? Comente abaixo!

photo credit: Computer Security – Protect Data – Computers via photopin (license)

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: