Entenda a importância do Big Data no agronegócio

Home Big Data
Entenda a importância do Big Data no agronegócio

Entenda a importância do Big Data no agronegócio

As informações são a chave para o sucesso. Apesar de clichê, essa é uma premissa verdadeira no meio corporativo, e é exatamente por isso que tantas empresas estão apostando no uso do Big Data no agronegócio.

O objetivo do Big Data é capturar dados que, quando interpretados corretamente, podem aumentar consideravelmente a vantagem competitiva de um negócio. Além disso, a aplicação dessa tecnologia permite aumentar a produtividade e reduzir custos.

Isso é possível porque, nessa estratégia, os dados ficam mais detalhados e concentrados ao serem captados por sensores específicos, que apresentam recomendações de cultivo. O resultado é uma grande melhoria na tomada de decisão para empresas e produtores rurais.

Ainda não sabe quais são os reais benefícios do Big Data no mundo rural? Então continue a leitura e tire suas dúvidas agora mesmo:

Monitoramento e análise dos dados da lavoura em tempo real

Como você viu, o Big Data é a tecnologia responsável por coletar diversas informações sobre um negócio. Esse fator possibilita criar um banco de dados acessível e que pode ser utilizado por empresas e produtores rurais de pequeno, médio e grande portes.

Um exemplo é o monitoramento por drones, que enviam imagens aéreas em tempo real para o controle da lavoura. Com a ajuda de sensores e softwares, é possível otimizar a taxa de aplicação dos produtos químicos e selecionar o melhor local de plantio.

Outras possibilidades para a análise são conhecer a fertilidade e umidade do solo, além de fatores climáticos como precipitação, temperatura, velocidade dos ventos, entre outros.

Aumento da produtividade por hectare

Essa é uma vantagem direta do Big Data no mundo agropecuário. Os sensores são instalados diretamente no campo e os dados são coletados por meio de algoritmos. Em seguida, eles são traduzidos em informações relevantes que serão utilizadas para uma tomada de decisão eficiente.

A partir dessa etapa, é possível utilizar melhor cada hectare e saco de semente. Isso significa que há uma elevação da produtividade e uma redução da pressão no meio ambiente, o que também torna o negócio mais sustentável.

Aperfeiçoamento das métricas de análises

A coleta de dados proporcionada pelo Big Data no agronegócio ajuda a compreender as métricas e indicadores que devem ser acompanhados a fim de alcançar uma relevância maior.

Essas métricas possibilitam tomar melhores decisões de plantio, tomando-se como base diversos critérios de alta precisão. Vale a pena mencionar que essa prática já é usada desde os anos 1980, mas em abrangência menor.

Hoje, está se estabelecendo a chamada agricultura digital, que usa a inteligência de dados para melhorar os resultados no campo e nas indústrias. Assim, é possível reduzir os custos e evitar desperdícios de insumos, entre diversas vantagens.

Fortalecimento da sustentabilidade

A ideia aqui é melhorar a pressão naturalmente exercida sobre o meio ambiente e os recursos naturais. Essa questão é ainda mais relevante quando se verifica que 72% da água disponível no Brasil vai para a agricultura, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) em dado divulgado pela EBC.

Há empresas e produtores, por exemplo, que utilizam sensores de umidade do solo e analisam a cada 15 minutos as raízes das plantas para identificar a real necessidade de água. Desse modo, economiza-se recursos e dinheiro, mantendo a alta produtividade e os bons resultados.

Todos esses objetivos serão conquistados se você contar com uma empresa especializada em Big Data para fazer uma implementação efetiva no agronegócio: é com isso que você chegará a índices mais positivos.

Gostou de entender melhor a importância do Big Data no agronegócio? Então aproveite para descobrir como essa tecnologia ajuda a conquistar vantagem competitiva!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: