Como a Inteligência Artificial está ajudando a América Latina e Caribe?

Home Cloud Computing
Como a Inteligência Artificial está ajudando a América Latina e Caribe?

Como a Inteligência Artificial está ajudando a América Latina e Caribe?

A Inteligência Artificial (IA) desempenha um papel cada vez mais importante nas empresas e, consequentemente, na economia dos países. Isso deve-se, principalmente, ao seu poder de automatizar processos e ajudar no processo de tomada de decisões.

Da mesma forma, essa tecnologia tem sido muito importante no processo de criação de novos produtos e serviços, análise de mercado, e na geração de novos fluxos de receita.

De acordo com o relatório do Banco Interamericano Desenvolvimento (BID), elaborado em julho de 2018 pelo Instituto para a Integração da América Latina e do Caribe (INTAL), essa tecnologia pode promover, a médio prazo, um crescimento significativo do PIB da região.

Ao considerarmos o Brasil como exemplo, o esperado é que o PIB seja de 4,1% em 2035, ao passo que, sem a Inteligência Artificial, seria de 3,2%.

Continue a leitura e descubra como a IA está ajudando a América Latina e o Caribe a desenvolver suas economias!

Potencial econômico da Inteligência Artificial

A maioria dos estudos realizados acerca do potencial da IA, enfatiza que essa tecnologia terá um impacto econômico significativo.

Uma pesquisa lançada pela consultoria Accenture, por exemplo, prevê que até 2035 a IA poderá dobrar taxas anuais globais de crescimento das grandes economias.

Na América Latina e no Caribe não será diferente. A Inteligência Artificial impulsionará o crescimento econômico de cinco maneiras importantes. Confira!

Aumento da produtividade

Primeiro, a Inteligência Artificial possui um grande potencial para conduzir um forte aumento na produtividade. Devido a tecnologias inovadoras, ela possibilita um gerenciamento de tempo mais eficaz e uma execução de processos muito mais eficientes.

Por exemplo, por meio de soluções de Machine Learning será possível reduzir significativamente tarefas manuais repetitivas, que agregam pouco valor aos negócios.

Além disso, as tarefas repetitivas e que não exigem muito raciocínio é onde, geralmente, acontecem muitos erros humanos. Logo, essa tecnologia é essencial para reduzir o tempo de retrabalho.

Dessa forma, os colaboradores podem se dedicar a tarefas mais importantes, que demandam raciocínio abstrato ou onde o fator humano  é imprescindível.

Melhoria da automação

Além da automatização de tarefas repetitivas, a Inteligência Artificial está criando uma “automação inteligente”. Em outras palavras, por meio da tecnologia de Deep Learning, ela possibilita que maquinas resolvam problemas e executem atividades mais complexas, não apenas aquelas repetitivas.

Isso porque a IA possibilita a auto-aprendizagem. Ou seja, os algoritmos são capazes de responder a novas entradas de informações por meio de análise lógica. Dessa forma, quanto mais as soluções forem utilizadas, mais “inteligentes” elas se tornarão.

A produtividade também melhorará devido a possibilidade de empresas diferentes e parceiras atuarem de forma colaborativa, auxiliando sua força de trabalho existente com tecnologias de IA.

Difusão da informação

Terceiro, a economia também se beneficiará da difusão da informação, que deve afetar diversos setores e criar novos fluxos de receita.

Um estudo da PricewaterhouseCoopers (PwC) estima que o PIB global pode aumentar em até 14% (o equivalente a US $ 15,7 trilhões) até 2030, como resultado do acelerado desenvolvimento e aceitação da IA.

O relatório prevê que a próxima onda de revolução digital seja desencadeada com a ajuda do dados gerados da Internet das Coisas (IoT). Ou seja, a quantidade de informações geradas será muitas vezes maior do que as empresas lidam atualmente.

Com a consolidação dessas tecnologias, pode-se vislumbrar uma maior padronização e, consequentemente, maior potencial para a automação, além de um cenário mais propício à personalização de produtos e serviços.

Maior integração regional

A Inteligência Artificial possui grande potencial para melhorar as transações financeiras, agregando mais segurança e aumentando a velocidade dos processos.

Da mesma forma, a IA pode tornar as transações comerciais muito mais dinâmicas. Utilizando a visão computacional, por exemplo, é possível acelerar os processos aduaneiros, reduzindo o tempo de espera nos portos e acerando a concretização de negócios entre países.

Aumento da eficiência dos países

Finalmente, a Inteligência Artificial é capaz de alavancar a eficiência dos países nas mais diversas áreas, como saúde, educação, transportes, comunicação, etc.

Isso permitirá, por exemplo, investimentos mais direcionados a setores deficitários, como infraestrutura e educação, o que permitirá um desenvolvimento econômico acelerado, permanente e sustentável.

Agora você já sabe como a Inteligência Artificial está ajudando a América Latina e o Caribe a impulsionar o crescimento econômico. Se você gostou desse conteúdo, aproveite para descobrir qual será o papel dos humanos no mundo da IA.

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: