Celular no escritório? Entenda o que é BYOD

Home Uncategorized
Celular no escritório? Entenda o que é BYOD

Celular no escritório? Entenda o que é BYOD

Os dispositivos móveis, como tablets e smartphones, tornaram-se extremamente populares nos últimos anos.  A venda desses equipamentos explodiu em diversos países e também no Brasil, onde há um expressivo crescimento. Para se ter uma ideia, em 2013, a venda de smartphones passou a de aparelhos celulares convencionais.

Se antes smartphones e tablets eram apenas acessórios, hoje se tornaram aparelhos extremamente presentes no dia a dia, sendo utilizados em praticamente todas as situações da vida atual, do lazer ao escritório. Com isso, foi natural que trabalhadores, das mais variadas empresas e ocupando os mais diversos cargos começassem a levar esses aparelhos eletrônicos para o trabalho, seja para acessar e-mail, redes sociais ou utilizar outras ferramentas. Muito provavelmente, você tem esse hábito, correto?

Como as empresas lidam com os smartphones no escritório?

Há algum tempo, as empresas perceberam como esse comportamento se tornou uma tendência irreversível. E pesquisando esse hábito, perceberam que levar smartphones e tablets para o trabalho não implicava em uma perda de produtividade, ao contrário: em diversos casos, a produtividade do funcionário subia e a prática trazia outros benefícios para as organizações.

Para aproveitar essa tendência, empresas de tecnologia passaram a utilizar a sigla BYOD (Bring Your Own Device) para incentivar os seus funcionários a trazerem seus aparelhos para o trabalho e mesmo desestimular que levassem equipamentos corporativos para a casa.

As vantagens do BYOD

Aos poucos, diversas corporações desenvolveram políticas para estimular o BYOD de olho nas vantagens dessa prática.

A produtividade do funcionário aumentava e o ele passou a estar mais conectado à empresa. Isso acontecia, por exemplo, com o funcionário acessando mais frequentemente o e-mail corporativo e trocando mais informações com os companheiros de trabalho.

Com a utilização de serviços de armazenamento em nuvem, os dispositivos móveis tornaram muito mais fácil integrar o trabalho remoto e compartilhar informações e documentos com funcionários que não estejam no espaço físico da empresa.

Além disso, as empresas perceberam uma possibilidade de redução de custos por não precisarem mais fornecer laptops e outros dispositivos para os funcionários.

celular-no-escritorio-entenda-o-que-e-byod-Com essas vantagens, o BYOD evoluiu para uma série de tendências chamadas BYOx“Bring Your Own Everything”, ou traga o seu “tudo”, um termo que abriga diversas tendências similares, como incentivar os funcionários a utilizarem aplicativos ou serviços de armazenamento em nuvem de terceiros.

Planejamento para uma boa estratégia de BYOD

Para se implantar uma política de BYOD na sua empresa, é preciso desenvolver um planejamento cuidadoso. A principal preocupação deve ser estabelecer boas medidas de segurança para evitar que esses dispositivos carreguem vírus para a rede corporativa ou sejam utilizados para “vazar” informações confidenciais.

Uma medida simples, por exemplo, é estabelecer uma rede wireless paralela para utilização dos dispositivos pessoais. Isso evita que esses equipamentos tragam vírus que possam se infiltrar na rede principal da organização, acessando e danificando arquivos em rede e o servidor.

É fundamental que a empresa elabore políticas de QoS para diminuir o peso desses novos dispositivos conectados à rede, já que, atualmente, boa parte das pessoas possuem um ou mais aparelhos móveis. Em uma organização, isso pode representar o dobro ou o triplo de equipamentos conectados à rede, ou ainda mais, se pensarmos nos aparelhos de visitantes na empresa.

Tomando os devidos cuidados, o BYOD é uma excelente estratégia para turbinar a produtividade dos funcionários na sua empresa, principalmente se for comum a prática do home office ou se os funcionários realizarem com frequência trabalho remoto, em campo.

Quer saber mais sobre BYOD? Tem alguma dica para compartilhar?

 

Artigos relacionados:

TI no Brasil: Pronta para o salto para a nuvem
Há segurança na nuvem?

 

photo credit: Trendmatcher via photopin cc photo credit: DennisCallahan via photopin cc

 

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: