Gestor de TI: quais os principais desafios e como superá-los

Home Cloud Computing
Gestor de TI: quais os principais desafios e como superá-los

Gestor de TI: quais os principais desafios e como superá-los

A rápida atualização e inovação na área de tecnologia somada à competitividade do segmento fazem com que os desafios do gestor de TI sejam cada vez mais complexos e torna a superação deles fundamental para o crescimento do negócio.

Esse cenário muitas vezes faz com que eles precisem identificar as dificuldades do setor, desenvolver estratégias, implementá-las e mensurá-las. Essa atitude sobrecarrega a atividade do gestor de TI.

Buscar por conhecimentos que agreguem novas ideias e propostas com base na experiência de outros profissionais permite superar esses desafios sem concentrar as demandas. Assim, conheça as situações mais frequentes enfrentadas nessa área!

Acompanhar a rápida evolução das tecnologias

Tanto a equipe quanto os gerentes e diretores esperam que o gestor de TI seja o profissional que sempre acompanha a evolução das tecnologias, conhecendo todos os recursos disponíveis.

Atender a essas expectativas é um desafio para o gestor, que precisa conhecer (e aplicar) tecnologias como cloud computing, big data, data mining, inteligência artificial, learning machine e outras para manter a competitividade do negócio.

Uma forma de superar esse desafio é investir sempre em novas capacitações, cursos e aprimoramentos, tanto para o gestor quanto para os demais colaboradores do setor.

A tarefa também deve ser compartilhada com a equipe, incentivando e promovendo trocas de conhecimento que permitam que todos sejam responsáveis por conhecer as novas tecnologias e saber aplicá-las para aumentar a competitividade do negócio.

Garantir a segurança de dados e redes

Com o aumento das ameaças digitais, é essencial que o gestor de TI seja capaz de desenvolver processos de segurança que garantam a preservação e a integridade da companhia mesmo em momentos de crise.

Uma equipe treinada e processos confiáveis preestabelecidos ajudam na garantia da segurança de TI e também em ações mais rápidas e eficientes caso algum risco seja identificado. Esse “manual” pode ser elaborado em conjunto, visando diversidade de ideias, perspectivas e proposições.

Controlar a adoção do BYOD

Se a estratégia de Bring Your Own Device (BYOD), que significa “traga seu próprio dispositivo”, já é crítica em algumas áreas, para a TI é um ponto crucial. É fato que uma política de BYOD pode expor a empresa a novas ameaças, mas também pode ser vista como forma de oferecer mais autonomia e flexibilidade aos colaboradores.

O fundamental é que haja uma política clara sobre o uso de dispositivos pessoais na empresa e mais uma estratégia de gestão e segurança para contenção de possíveis problemas que possam surgir.

O gestor de TI pode promover treinamentos com os colaboradores das áreas que utilizam esse recurso informando como é a política da empresa, como minimizar ameaças e quais são os riscos para a empresa.

Equilibrar proatividade e reatividade

Equilibrar a proatividade e a reatividade da equipe está entre os principais desafios do gestor de TI — sendo que o time deve contrabalancear rotina e inovação, de forma que os processos sejam de qualidade, sem perder a constante otimização.

Uma equipe muito proativa pode se sobrecarregar de tarefas dispendiosas e que não promovem os resultados esperados. Ao mesmo tempo, ser reativo demais impede que sejam propostas melhorias que mantenham a empresa competitiva e dinâmica.

O gestor de TI deve pesar quais propostas são realmente necessárias para aumentar a produtividade da equipe, mas também quando a excessiva reatividade torna-se uma barreira à inovação.

Superar desafios do gestor de TI para integrar as equipes

A equipe de TI normalmente é composta por profissionais responsáveis pelo suporte e pelo monitoramento, sendo que muitas vezes há uma divisão das equipes, prejudicando o trabalho integrado que deve ser incentivado pelas lideranças.

O gestor deve propor-se a encontrar soluções conjuntas, promovendo feedbacks individuais e coletivos para as equipes. O objetivo é incentivar a inovação e o trabalho conjunto e democrático.

Compreender quais são as barreiras relacionadas à integração faz com que seja possível planejar soluções mais personalizadas e tecnológicas, como ferramentas e aplicativos desenvolvidos para ajudar na gestão de TI.

Você acha que esses são os principais desafios do gestor de TI? Comente abaixo quais desafios têm sido encontrados na gestão de TI da sua empresa!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: