Disaster Recovery: descubra como a nuvem pode ajudar

Home Cloud Computing
Disaster Recovery: descubra como a nuvem pode ajudar

Disaster Recovery: descubra como a nuvem pode ajudar

Seus dados corporativos estão sob constante ameaça de ataque ou perda de dados. Códigos mal-intencionados, hackers, desastres naturais e até mesmo seus funcionários podem acabar com um servidor inteiro cheio de arquivos críticos sem que ninguém perceba até que seja tarde demais.

Você está disposto a aceitar totalmente todos esses riscos? Provavelmente não. É por isso que ter uma estratégia de Disaster Recovery, que permite a recuperação dos dados, caso qualquer uma das situações mencionadas anteriormente aconteçam.

Mas, não basta ter um backup físico dos seus dados — é preciso colocá-los na nuvem. Abaixo, explicamos como a nuvem pode beneficiar seu plano de Disaster Recovery e economizar dinheiro para sua empresa!

O que é Disaster Recovery?

As soluções de armazenamento e recuperação baseadas na nuvem permitem que você faça backup e restaure seus arquivos essenciais aos negócios, caso eles sejam comprometidos. Graças à sua alta flexibilidade, a computação em nuvem permite a recuperação eficiente de desastres, independentemente do tipo ou intensidade das cargas de trabalho.

Os dados são armazenados em um ambiente de nuvem seguro arquitetado para fornecer alta disponibilidade. O serviço está disponível sob demanda, o que permite que organizações de diferentes tamanhos adaptem as soluções de Disaster Recovery às suas necessidades.

Ao contrário das soluções tradicionais, a recuperação de desastres baseada em nuvem é fácil de configurar e gerenciar. As empresas não precisam mais perder horas na transferência de dados de backup de seus servidores internos ou unidades de fita para se recuperarem após um desastre. A nuvem automatiza esses processos, garantindo uma recuperação de dados rápida e sem erros.

Por que é preciso estar preparado para a perda de dados?

À medida que as empresas continuam a adicionar novos aplicativos e serviços de hardware e software aos seus processos diários, os riscos de segurança relacionados aumentam. Os desastres podem ocorrer a qualquer momento e deixar um negócio devastado pela enorme perda de dados.

Quando você considera quanto eles podem custar, fica claro por que faz sentido criar um plano de backup e recuperação de dados. Qualquer quantidade de tempo de inatividade pode custar caro, incluindo o preço das horas de mão-de-obra gastas para recuperar ou refazer o trabalho perdido.

Considerando os números, fica claro por que cada segundo de interrupção de serviço ou de sistema é importante e qual é o valor real de ter um plano de Disaster Recovery em vigor.

A recuperação na nuvem ajuda as empresas a se recuperarem de desastres naturais, ataques cibernéticos, ransomware e outras ameaças que podem inutilizar todos os arquivos em um instante. Apenas minimizando o tempo necessário para colocar as cargas de trabalho online novamente, isso reduz diretamente o custo de uma falha do sistema.

Embora a maioria das empresas e seus departamentos de TI estejam cientes do risco, poucos se esforçam para implementar a recuperação de desastres até que seja tarde demais. Agora, vamos dar uma olhada mais profunda em como isso pode se traduzir em benefícios para os negócios.

Quais os benefícios?

Uma das vantagens mais significativas das opções baseadas em nuvem sobre o gerenciamento padrão de recuperação de desastre é sua eficiência de custo. O backup tradicional envolve a configuração de servidores físicos em um local remoto, o que pode ser caro.

A nuvem, por outro lado, permite que você terceirize o máximo de recursos de hardware e software necessários, ou seja, pagando apenas pelo que você usa. Ao considerar o custo do Disaster Recovery, é essencial pensar além do preço real da solução — é preciso pensar em quanto custaria não tê-lo.

As pequenas empresas podem escolher um plano de serviços que se ajuste ao seu orçamento. A implementação do gerenciamento de dados não requer nenhum custo adicional de manutenção nem a contratação de equipes de TI. Seu provedor lida com todas as atividades técnicas, então você não precisa se preocupar com elas.

Outro benefício da tecnologia baseada em nuvem é sua confiabilidade. Os provedores de serviços têm bancos de dados para fornecer redundância, o que garante a máxima disponibilidade de seus dados. Também possibilita que seus backups sejam restaurados mais rapidamente do que seria o caso do DR tradicional.

A migração de carga de trabalho e o failover em ambientes baseados em nuvem podem levar apenas alguns minutos. Com as soluções tradicionais de recuperação, esse prazo geralmente é maior, pois o failover envolve a configuração de servidores físicos em um local remoto. Dependendo da quantidade de dados que você precisa fazer backup, você também pode optar por migrar dados em fases.

Os serviços de backup na nuvem oferecem um alto grau de escalabilidade. Em comparação com sistemas físicos, o backup na nuvem é praticamente infinito. À medida que as organizações crescem, seus sistemas podem crescer com elas. Tudo o que você precisa fazer é estender seu plano de serviço com seu provedor e obter recursos adicionais conforme necessário.

Sem dúvidas, a computação em nuvem oferece tempos de recuperação mais rápidos e disponibilidade em vários locais a um custo-benefício muito mais interessante do que o Disaster Recovery tradicional.

E você, já conhecia o Disaster Recovery na nuvem? Compartilhe nosso post nas suas redes sociais e mostre aos seus colegas os benefícios da cloud na recuperação de desastres!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: