5 dicas para melhorar a segurança do e-mail corporativo

Home Gmail
5 dicas para melhorar a segurança do e-mail corporativo

5 dicas para melhorar a segurança do e-mail corporativo

Podemos considerar o e-mail como o ponto mais crítico quando falamos sobre segurança de dados dentro de uma empresa. Basta imaginar a facilidade com que um funcionário, por puro descuido, pode clicar em um link malicioso e espalhar uma praga na rede interna de computadores. Empresas que oferecem serviços de e-mail e outras focadas em segurança já conseguiram melhorar muito a quantidade de SPAMS recebidos pelos usuários. Mas como essas mensagens continuam chegando, é preciso discutir formas de evitar que elas causem problemas – e alguns deles podem ser muito sérios.

A Websense Security Labs, empresa americana do ramo de segurança digital, informou que 85% dos e-mails que trafegam diariamente são Spams. No artigo de hoje, vamos falar sobre cinco dicas que melhorar a segurança do seu e-mail corporativo!

1. Filtros e AntiSpam

Mesmo que os e-mails filtrem o que é mensagem importante e o que é Spam, é importante utilizar um software de proteção, um AntiSpam. O trabalho desse programa é fazer leituras constantes assim que um e-mail suspeito é detectado na rede. Assim que localizado, ele é adicionado ao banco de dados do AntiSpam e classificado como malicioso. Existem versões gratuitas que garantem boa proteção, mas as versões pagas garantem mais poder de combate.

2. Muito cuidado com os documentos anexos

Uma das formas mais utilizadas pelos cibercriminosos para entrar nas máquinas dos descuidados é através de anexos. Esses arquivos podem vir em uma infinidade de formas: informações sobre estrato bancário, atualização de dados bancários, problemas com o CPF, cobranças, e até mesmo atualização de programas como o Acrobat Reader. Caso o usuário clique nesse link ou execute esse arquivo infectado, o vírus se instala instantaneamente na máquina.

De forma a evitar esse tipo de situação, a atenção com e-mails carregando anexos e links externos deve ser redobrada. Abra arquivos apenas de fontes (remetentes) confiáveis. Na dúvida, não clique e solicite a varredura com um AntiSpam.

3. Atenção aos golpes de engenharia social

Vamos imaginar que o usuário possui uma conta em determinado banco e, um belo dia recebe um e-mail desse mesmo banco informando que houve uma cobrança indevida na sua conta. O usuário, curioso, e preocupado, clica no link e acaba instalando um vírus em sua máquina. Esse tipo de ação dos spammers utiliza de informação. Se um banco possui cinco milhões de correntistas, na pior das hipóteses um milhão deles está trabalhando na frente de um computador – por isso bancos e órgãos governamentais vivem repetindo que não enviam mensagens eletrônicas para as pessoas.

4. Unifique suas defesas

Como Cibercriminosos e Spammers utilizam de vários métodos para agir: seja atuando diretamente na web, roubo de dados ou arquivos maliciosos enviados por e-mail. Nada melhor do que saber se defender a altura, não é mesmo? Para conseguir proteger o seu negócio de forma eficiente, é necessário utilizar serviços que contemplem essas três áreas de forma profissional. Se você é o responsável pelo departamento de TI da sua empresa, unifique as suas defesas já.

5. Orientação de usuários

O fator humano. De nada adianta utilizar incríveis soluções de segurança, proteção de redes, etc., se as pessoas que utilizam as máquinas são descuidadas, desatentas com a rede da empresa. Torna-se assim, um fator importante que a segurança seja uma máxima adotada por todos os departamentos, que normas sejam desenvolvidas. Trabalhar a forma com que os colaboradores utilizam os computadores ajudará, e muito, na segurança do seu negócio.

A segurança do e-mail corporativo é algo que deve ser legado a sério, sempre. Se a sua empresa não direciona a atenção necessária para ela, o momento é agora.

Gostou do texto? Sugerimos a você um outro artigo que vai ser do seu interesse: Google Drive – segurança para seus documentos corporativos!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: