O que é IaaS e quais os principais motivos para usá-la?

Home Google Cloud Platform
O que é IaaS e quais os principais motivos para usá-la?

O que é IaaS e quais os principais motivos para usá-la?

A Infraestrutura como Serviço (IaaS) é uma das três principais categorias de serviços de computação em nuvem, ao lado de Software como Serviço (SaaS) e Plataforma como Serviço (PaaS). Você sabe o que é IaaS? Conhece os principais motivos para utilizar esta estrutura em seu negócio?

Conversaremos sobre isso neste artigo. Continue lendo!

O que é IAAS?

Infraestrutura como Serviço (IaaS) é um dos três modelos de serviço fundamentais da computação em nuvem (cloud computing). No caso específico do IaaS, o recurso de computação é fornecido especificamente com relação ao hardware virtualizado, em outras palavras, a infraestrutura de computação.

A definição inclui ofertas como espaço virtual de servidores, conexões de rede, largura de banda, endereços IP e balanceadores de carga. Fisicamente, o conjunto de recursos de hardware é proveniente de diversos servidores e redes normalmente distribuídos em vários centros de dados, sendo o provedor de nuvem é responsável pela manutenção destes. Ao cliente, por outro lado, é dado acesso aos componentes virtualizados a fim de construir as suas próprias plataformas de TI.

Em comum com as outras duas formas de nuvem de hospedagem, IaaS pode ser utilizado por clientes empresariais para criar soluções de TI facilmente escaláveis, nas quais as complexidades e despesas de gestão do hardware subjacente são terceirizadas para o provedor de nuvem. Se a escala das operações da empresa flutuar, ou se houver necessidade de expandir, é possível explorar os recursos em nuvem como e quando necessário, em vez de comprar, instalar e integrar os hardware internamente, o que daria mais trabalho e despesa.

Quais os benefícios da adoção da IaaS?

Agora que você já sabe o que é IaaS, vamos ao conjunto de benefícios que ela pode oferecer:

Escalabilidade

Os recursos estão disponíveis como e quando o cliente necessitar, e, portanto, não há atrasos na expansão da capacidade ou o desperdício de capacidade não utilizada.

Redução de custos

Ao adotar a Infraestrutura como Serviço, não é mais necessário fazer investimentos em hardware. O hardware físico subjacente que suporta o serviço de IaaS é criado e mantido pelo provedor de nuvem, economizando o tempo e o custo de fazê-lo internamente.

Além disso, o serviço pode ser acessado conforme a demanda, o que permite que a empresa só pague pelos recursos que realmente utilizar.

Mobilidade

Os serviços geralmente podem ser acessados a partir de qualquer local, desde que haja uma conexão com a internet — com diversos dispositivos (tablets, smartphones, notebooks, PCs).

Segurança da informação

Um bom provedor da Infraestrutura é encarregado por manter os dados 100% seguros, além da plataforma disponível em um uptime de, no mínimo, 99,9%. E ele trabalha com métodos e ferramentas testados e aprovados internacionalmente, além de uma equipe sempre atualizada e eficiente.

Segurança física

Os serviços disponíveis através de uma nuvem pública, ou privada hospedadas externamente com o provedor de nuvem, beneficiam-se da segurança física oferecida aos servidores que estão hospedados em um data center.

Quer saber como os sistemas em nuvem do Google podem ajudar a sua empresa? Entre em contato e saiba mais.

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: