É realmente possível garantir a segurança na nuvem?

Home Cloud Computing
É realmente possível garantir a segurança na nuvem?

É realmente possível garantir a segurança na nuvem?

O armazenamento em nuvem permite que as empresas armazenem seus dados em um modelo econômico, do tipo pay as you go. Por isso, as organizações estão adotando rapidamente a cloud, mas há uma preocupação: é realmente possível garantir a segurança na nuvem?

Há preocupações de que a computação em nuvem seja inerentemente menos segura do que as abordagens tradicionais. Isso se deve em grande parte ao fato de a própria abordagem parecer insegura, com os dados armazenados em servidores e sistemas que você não possui ou controla.

No entanto, a nuvem oferece uma variedade de opções de segurança para garantir que seus dados sejam bem protegidos. Para ajudar nessa questão, abaixo explicamos como funciona a segurança na nuvem. Acompanhe conosco e descubra!

Quais são os riscos de segurança na nuvem?

Para entender completamente a segurança na nuvem, primeiro, precisamos perguntar: quais são os riscos que ela oferece?

Veja abaixo as principais preocupações de segurança na nuvem:

1. Perda de dados

Por sua própria natureza, a computação em nuvem exige que o cliente ceda parte do controle de segurança para o provedor de serviços. Embora isso permita aos usuários ter mais tempo e recursos financeiros para se concentrarem em outras facetas da empresa, sempre há o risco de que dados confidenciais estejam nas mãos de outras pessoas. Se a segurança de um serviço em nuvem for violada, os hackers poderão obter acesso à propriedade intelectual ou outros arquivos sensíveis.

2. Infecções por malware

Devido ao alto volume de dados armazenados na nuvem, que requer uma conexão com a internet, qualquer pessoa que use serviços em nuvem corre potencialmente risco de ataques cibernéticos. Uma ameaça cada vez mais comum são os ataques DDoS (Distributed Denial of Service), em que os hackers enviam volumes altos de tráfego para um aplicativo baseado na web, causando um crash nos servidores.

3. Questões legais / de conformidade

Com o aumento da legislação sobre proteção de dados, desde a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), manter a conformidade está se tornando mais difícil. As empresas devem ter regras firmes que controlem quem pode acessar quais dados e o que eles podem fazer com eles.

Segurança na nuvem: quem é responsável?

Os fornecedores e empresas de armazenamento em nuvem compartilham a responsabilidade pela segurança do armazenamento em nuvem. Ao mesmo tempo que isso pode ser visto como um problema, já que o controle da segurança não está completamente em suas mãos, a responsabilidade compartilhada oferece diversas vantagens.

O provedor de nuvem certo oferecerá uma equipe e mecanismos de defesa especializados, 24 horas por dia, para proteger seus dados. Ele implementará proteções para suas plataformas e os dados que processam, como autenticação, controle de acesso e criptografia.

A partir daí, a maioria das empresas complementa essas proteções com medidas próprias de segurança para aumentar a proteção de dados na nuvem e garantir o acesso restrito às informações confidenciais armazenadas.

Quais as principais medidas de segurança na nuvem?

Existem várias abordagens adotadas pelas empresas para garantir que seus dados estejam seguros na nuvem. Vamos dar uma olhada nelas:

  • Tenha visibilidade: garanta que você tenha uma janela para a carga de trabalho na nuvem, em tempo real, e historicamente;
  • Confie, mas verifique: a confiança é essencial para obter o melhor da nuvem. Porém, verificar atividades críticas para os negócios é essencial para gerenciar riscos de maneira eficaz;
  • Monitore e investigue: use o monitoramento comportamental baseado em uma forte política de segurança e investigue causas de possíveis incidentes.

Nenhum sistema é 100% seguro, mas a infraestrutura em nuvem quase atinge esse objetivo. Os dados estão seguros na nuvem, mas é preciso tomar algumas precauções para garantir que tudo funcione sem problemas. Isso se refere, principalmente, às políticas da empresa sobre senhas e criptografia.

Para saber mais sobre as principais práticas de segurança na nuvem, veja nosso post sobre o assunto!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: