Confira 3 dicas de como usar o Google Cloud Platform no varejo

Home Google Cloud Platform
Confira 3 dicas de como usar o Google Cloud Platform no varejo
google cloud plataform

Confira 3 dicas de como usar o Google Cloud Platform no varejo

Quando falamos de transformação digital no meio corporativo, um dos pontos que mais merece atenção é a computação em nuvem. Por isso, esse é o fator que você deve focar, independentemente de o seu negócio estar começando agora ou se já tem planos de migrar para o meio virtual. Assim, aprender eficientemente como usar o Google Cloud Platform, é essencial.

Para empresas de qualquer natureza, usar soluções em nuvem é quase mandatório para se desenvolver bem. Nesse sentido, é importante aprender como usar o Google Cloud Platform (GCP) para impulsionar as atividades e crescer no mercado. 

Para falar melhor do assunto, trouxemos este artigo. Nele você tomará conhecimento do conceito da plataforma, entenderá de que forma um negócio pode se beneficiar de suas ferramentas, além de conhecer 3 dicas de como utilizar e as vantagens proporcionadas.

Siga em frente e continue a leitura agora mesmo!

Entenda o que é o Google Cloud Platform e como funciona

De modo geral, podemos explicar o GCP como um conjunto de ferramentas de computação em nuvem ofertadas pelo Google, com excelentes recursos, funcionalidades e infraestrutura completa.

Ao todo, são mais de 100 aplicações, serviços e produtos voltados para o uso empresarial em processo de transformação digital. A partir dessas ferramentas, é possível criar projetos, testar e divulgar novos apps com mais segurança e escalabilidade, além de manter os dados da empresa e de todos os clientes em perfeito estado de segurança.

Essas soluções são fundamentais para qualquer empreendimento conseguir crescer e evoluir em tempo real, se mantendo inserido nas atualizações tecnológicas do mercado. Nesse contexto, o GCP torna a tomada de decisões inteligentes mais fácil, simplifica a gestão de operações e oferece um sistema de segurança bastante robusto e avançado.

As tarefas voltadas à tecnologia conforme se conhecia anteriormente podem ser transformadas com o uso do GCP. O desenvolvimento de um aplicativo, por exemplo, necessitaria de ferramentas próprias. A guarda de informações deveria ser feita em servidores da própria organização. A análise de dados para tomada de decisão estratégica era feita in loco, isso quando existia.

Fazendo uso das funcionalidades do Google Cloud Platform tudo isso passa a ser realizado de outra forma. Os computadores (servidores) que “rodam” as aplicações são todos do Google e seu acesso é feito por meio da nuvem (internet). Assim, a empresa contratante pode se preocupar com outras tarefas empresariais, pois toda a carga de dados é absorvida pelas ferramentas oferecidas pela aplicação. Trata-se de uma grande otimização dos recursos empresariais.

imagem em fundo azul com vetor de computador em uma das metades e a escrita "E-book gratuito Cloud Computing para pequenas e médias empresas. Conheça a solução e saiba como usá-la para impulsionar os seus negócios" na outra metade.

Conheça os principais recursos do Google Cloud Platform

Antes de aprender como usar o Google Cloud Platform, é recomendável conhecer os recursos oferecidos pela plataforma. Em suma, o GCP possibilita as seguintes otimizações organizacionais:

  • reduzir os custos operacionais;
  • otimizar os gastos;
  • fazer a gestão remota;
  • economizar tempo na troca de dados;
  • adquirir alta escalabilidade facilitada;
  • ter maior segurança para as informações cruciais do negócio;
  • criar soluções personalizadas para cada setor da empresa;
  • acompanhar a evolução do mercado.

Tudo isso pode ser conseguido por meio de suas diversas funcionalidades, conforme melhor explicitado a seguir. Acompanhe!

Hospedagem

Atualmente, se uma empresa não está na internet, diz-se que ela não está em lugar nenhum. Sendo assim, é possível entender que a presença online é fundamental para uma estratégia tecnológica de sucesso. Nesse sentido, o GCP oferece uma ótima solução que é capaz de agradar organizações de todos os tamanhos.

Trata-se da hospedagem em nuvem do Google Cloud Platform. Com ela, uma empresa pode colocar o seu site no ar com grande disponibilidade. Isso quer dizer que não importa o número de acessos simultâneos, a ferramenta consegue manter o desempenho. Além disso, toda a segurança da infraestrutura do Google estará disponível ao usuário final.

Google Compute Engine

Essa aplicação do GCP é referente ao uso de máquinas virtuais. Com ela, é possível fazer uma série de testes, além de aumentar o alcance das soluções disponibilizadas por uma determinada organização. O conceito é muito simples: é como se tivessem vários computadores dentro de um só, e tudo isso se dá de modo virtual.

Assim, uma empresa pode fazer o lançamento de um novo produto emulando seu funcionamento antes de colocá-lo de fato no mercado. Isso permite a identificação de problemas e sua consequente correção antes mesmo de o público ter o seu primeiro contato com a solução que será lançada.

BigQuery

O BigQuery, do Google Cloud Platform, é uma grande inovação disponível para empresas de todos os tamanhos na qual se aplica o conceito de Big Data. Isso faz referência ao grande armazenamento de dados, pois eles são gerados a todo momento de diversas formas. A novidade é que agora essas informações podem ser armazenadas e usadas de forma inteligente por uma empresa.

Esse é o conceito de inteligência de mercado, e vem do inglês Business Intelligence. Trata-se da prática de analisar os dados armazenados em um grande “armazém” com a intenção de identificar padrões dos consumidores que nortearão as decisões futuras da empresa. Para isso, é preciso utilizar processos de inteligência artificial e machine learn, também disponibilizados pelo GCP.

Storage

A solução de Storage do GCP é referente ao armazenamento propriamente dito. No entanto, isso se dá de forma virtual, baseado na nuvem. Assim a empresa não precisa se preocupar com aquisição e manutenção de máquinas. Outro ponto muito relevante é ter acesso aos arquivos a partir de qualquer computador, já que este se dá por meio da internet.

Veja 3 dicas de como usar o Google Cloud Platform

Ficou claro que a tecnologia é parte essencial da transformação digital nas organizações. Por isso, as empresas precisam começar esse processo o quanto antes, de forma eficiente e rápida. Afinal, a sobrevivência em um mercado que está em constante atualização depende disso. Confira mais abaixo como você pode usar o Google Cloud Platform para impulsionar os processos internos de uma companhia.

1. Impulsionar a receita por meio do Omnichannel

Caso você não conheça o termo Omnichannel, se trata da nova tendência de unificação dos canais de comunicação online e offline da empresa, a fim de potencializar as estratégias do negócio. Dependendo do perfil dos seus consumidores, o processo de compra pode ser iniciado offline e finalizado online, ou vice-versa. Com isso, o GCP facilita a implementação do Omnichannel por meio de algumas soluções explicadas a seguir:

  • comércio digital: hospedar sua plataforma de e-commerce no Google Cloud Platform para usufruir de um ambiente seguro e que proporciona a escalabilidade do negócio, ao mesmo tempo em que aprimora o desempenho do seu site e melhora a experiência do cliente;
  • descoberta de produtos: o GCP fornece ferramentas de pesquisa de qualidade, que podem sugerir produtos e recomendar serviços aos seus consumidores de forma personalizada e com maior precisão. Isso eleva muito as chances de compra por parte do consumidor;
  • suporte exclusivo: seu negócio tem acesso a um suporte premium durante a alta temporada de vendas. Com isso, você pode aproveitar funcionalidades como planejamento antecipado de recursos, teste de confiabilidade do seu site e revisões de arquitetura do software;
  • gestão de APIs: a partir do Apigee — plataforma de gestão de APIs do GCP — você consegue integrar seus canais e sistemas da loja para proporcionar experiências de compra mais unificadas ao seu público. Isso é um grande diferencial competitivo no mercado que pode ser explorado por empresas tecnologicamente mais avançadas.

2. Focar na experiência do cliente baseando-se em dados

Com a transformação digital, as empresas puderam conhecer novos mercados e novas formas de fazer negócios. Nesse aspecto, elas se depararam com um desafio: aumentar seu alcance e compreender melhor seus consumidores.

Nesse sentido, o GCP oferece uma série de recursos que permitem atingir novos públicos, entender os clientes e, a partir disso, otimizar os investimentos da empresa em todos os canais. Com o Google Cloud Platform é possível colocar em prática uma série de atividades, como as seguintes:

  • modernizar o armazenamento de dados: migrar para o armazenamento de dados do Google Cloud a fim de solucionar as demandas de análise de informações e escalonar os negócios sem dificuldades, contando inclusive com inteligência de mercado e aprendizado de máquina (machine learn);
  • utilizar o Looker para analisar o mercado: usar a ferramenta Looker para oferecer uma experiência de dados variada, que vai da análise incorporada e business moderno até aplicativos personalizados e fluxo de trabalho incorporado;
  • criar uma plataforma de dados dos clientes bem estruturada: aproveitar o ecossistema do GCP para montar uma estrutura de dados dos seus clientes a fim de obter sucesso no atendimento ao cliente e promover o negócio com mais eficácia. A tomada de decisão pode ser feita a partir dessas informações e ser muito mais assertiva.

3. Implementar melhorias operacionais em todo o negócio

Uma das funcionalidades mais vantajosas do GCP é que as suas ferramentas facilitam a otimização e padronização de inúmeros processos internos. É possível padronizar a coleta, tratamento e armazenamento de dados de forma que as informações fiquem disponíveis a todos de forma facilitada e intuitiva.

Como gestor, você deve saber a importância de equilibrar a relação entre os recursos da empresa, mão de obra e tempo. Utilizar a tecnologia para integrar dados na nuvem é uma excelente forma de aumentar o desempenho no dia a dia do trabalho. Veja a seguir quais recursos da plataforma podem ajudar com isso:

  • SAP no Google Cloud: permite acelerar a migração dos sistemas de ERP e, assim, melhorar a qualidade dos dados do seu negócio;
  • Anthos: ajuda a modernizar seus aplicativos de forma fácil e segura. Por meio de uma plataforma híbrida e de várias nuvens, você consegue atualizar apps antigos, criar novos, testá-los e executá-los com total flexibilidade;
  • evolução da rotina de trabalho: otimize o dia a dia de trabalho dos seus fornecedores e colaboradores do negócio com o Google Workspace para que consigam produzir com mais rapidez, eficiência, inteligência e de forma colaborativa.
  • Contact Center AI: utilize essa ferramenta para oferecer um suporte aos seus clientes de alta qualidade. Também permite integrar sua central de atendimento às experiências com Inteligência Artificial (IA).

Acompanhe as vantagens de utilizar o Google Cloud Platform em uma empresa

Veja alguns dos principais benefícios proporcionados pelo GCP.

Performance

Para aplicações de alta escala, é imprescindível contar com uma performance de excelência por parte dos servidores que armazenam e disponibilizam uma aplicação. Dessa forma, o GCP surge como um grande aliado de empresas que fornecem esse tipo de serviço, como Spotify, Coca-Cola e Evernote. Somente por isso já se pode imaginar a confiabilidade do sistema.

Organizações que precisam ter essa robustez em suas aplicações podem contar com o GCP para um melhor desempenho de seus usuários. A infraestrutura fornecida e os serviços de suporte permitem a uma empresa desenvolver e oferecer, até mesmo, os recursos mais avançados do mercado.

Infraestrutura

Um dos pontos muito importantes para entender como usar o Google Cloud Platform reside no fato de que não há limites para a expansão do uso dos serviços contratados. Isso quer dizer que existe uma infraestrutura virtual ilimitada e que pode ser utilizada da forma que a empresa contratante bem entender.

E não é só isso: toda a tecnologia de ponta usada pelo próprio Google em suas aplicações também estará disponível aos usuários do Google Cloud Platform. Isso significa oferecer aos clientes o que existe de mais moderno em matéria de tecnologia aos consumidores, e isso é um grande diferencial competitivo de qualquer organização.

Custo-benefício

Por fim e não menos importante, existe a grande vantagem do custo-benefício ao contratar uma solução como o GCP. Os benefícios nesse sentido são vários e começam pelo fato de não precisar instalar servidores físicos para qualquer aplicação que seja, até mesmo o simples armazenamento de arquivos com os dados de todos os consumidores, por exemplo.

Nesse sentido, outra grande vantagem surge: pagar apenas pelo espaço utilizado. Isso quer dizer que uma empresa que contrata o Google Cloud Platform pode aumentar seu plano de armazenamento conforme sua necessidade aumenta. Nada de subutilizações, pelo contrário. As aplicações são contratadas e expandidas apenas quando é necessário. Isso traz uma grande otimização nos recursos empregados em tecnologia.

Agora que você sabe como usar o Google Cloud Platform para impulsionar os negócios, chegou a hora de implementar essa plataforma na empresa. Para isso, conte com uma organização especializada em oferecer soluções em nuvens e suporte em sistemas de gestão empresariais. Assim, você garante o sucesso da transformação digital do seu negócio e estrutura uma operação pautada em segurança, confiabilidade e disponibilidade de informações a todos os setores da organização.

Gostou das dicas de como usar o Google Cloud Platform? Então aproveite e entre em contato conosco para conhecer melhor as funcionalidades do GCP!

Receba todas novidades


    Veja mais conteúdos: